Volvo já vendeu 600 mil V40

A Volvo Cars ultrapassou recentemente as 600 000 unidades vendidas do seu modelo V40.

Disponível nas versões V40 ou V40 Cross Country, este tem sido um modelo de inegável sucesso para a marca sueca representando anualmente, uma média mundial de cerca de 100.000 unidades comercializadas desde 2012, ano em que foi apresentado.

Tendo sido revelada no Salão de Genebra, a V40 assumiu-se como sucessora dos modelos C30 e S40 e, fiel à tradição de segurança da Volvo, apresentou como grande inovação neste capítulo o pedestrian airbag bem como o sistema BLIS – Blind Spot Information System melhorado com base em informação de radar.

Em 2016, o modelo foi renovado recebendo a face dos novos modelos da marca. Neste facelift incluiu-se uma nova grelha dianteira com o novo logo da Volvo incorporado e os faróis dianteiros com o “martelo de Thor” cuja estreia ocorreu nos modelos da gama 90.

Atualmente a Volvo V40 está disponível em Portugal nas versões Momentum e R-Design a diesel (120 cv e 150 cv) e nas versões Sport Edition Plus e Sport Edition R a gasolina (152 cv). Na sua versão Cross Country, a V40 tem disponível a versão Plus na mesma diversidade de motorizações descrita em cima.

Este tem sido um modelo de muita aceitação em Portugal, tendo representado em 2018, a unidade mais vendida pela Volvo no País com 1.945 unidades matriculadas. Recorde-se que, no ano transato, a Volvo estabeleceu um novo recorde de vendas e de quota de mercado em Portugal.

Volvo V40

Anterior Fábrica da PSA de Mangualde também vai produzir o Opel Combo
Próximo Mercedes-Benz começa a desvendar detalhes do novo GLB

Artigos relacionados

Goodyear lança novos pneus Vector 4Seasons

A Goodyear lançou a segunda segunda geração do seu pneu Vector 4Seasons, o qual assenta em mais de 30 anos de inovações em pneus para todas as estações, assim como

Grupo PSA deu início ao seu plano de transformação nacional em 2016

O Grupo PSA fechou o ano de 2016 como líder do mercado nacional em termos de conjunto com as suas três marcas (Peugeot, Citroën e DS), alcançando uma quota de 17,2 por cento.

Circuito de Silverstone quer renegociar acordo para ficar na F1 para lá de 2019

O futuro do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1 no circuito de Silverstone poderá estar em risco para lá de 2019.