Transit Smart Energy Concept é a nova solução eletrificada da Ford

A Ford desvendou a nova Transit Smart Energy Concept, uma proposta inédita de um minibus de 10 lugares, que está a ajudar a companhia a explorar soluções com vista à maximização da eficiência energética e autonomia nos futuros veículos electrificados.

Comparativamente aos veículos de transporte de mercadorias, os veículos com múltiplos ocupantes, como os minibuses, requerem uma maior utilização de energia para alcançarem temperaturas confortáveis no habitáculo. Essa energia é fornecida através de uma bateria de elevada voltagem, que apresenta um desafio significativo para a autonomia desse veículo.

Desenvolvido por uma equipa de engenheiros do Centro Técnico de Merkenich (Alemanha), da Ford, Transit Smart Energy Concept recorre à mesma tecnologia empregue nas StreetScooter WORK XL, outro projecto de veículos comerciais assente num chassis Ford Transit equipado com uma mecânica a baterias eléctricas, com vista a alcançarem-se emissões zero.

Entre as inovações empregues em matéria de poupança e armazenamento de energia, testadas pela primeira vez, integram-se:
Um sistema de bomba de calor que utiliza o calor residual dos componentes da transmissão, o ar exterior e o ar dentro do habitáculo para reduzir, até 65 por cento, o consumo de energia do sistema de aquecimento, resultando numa extensão de autonomia na ordem dos 20 por cento;

Uma porta deslizante eléctrica que abre até meio para reduzir as perdas de calor e que pode ser activada pelo passageiro, usando um dispositivo inteligente. Os ventiladores de aquecimento, ventilação e ar condicionado são desativados automaticamente sempre que a porta esteja aberta;

Bancos de passageiros e superfícies, de classe executiva, aquecidos, permitindo aos passageiros controlar a sua temperatura local, reduzindo a energia necessária para a totalidade da cabina;

Seis painéis solares, montados no tejadilho, que recarregam uma bateria de 12 volts destinada a alimentar o sistema de aquecimento dos bancos eléctricos, a iluminação da cabina e os sistemas eléctricos de bordo, incluindo o sistema de carregamento wireless para dispositivos móveis;

Uma divisória em policarbonato entre a porta do passageiro e a área de estar que reduz, ainda mais, as perdas de calor decorrentes das entradas e saídas de passageiros, ao mesmo tempo que os protege dos elementos externos;
Vidros ventilados, com dupla camada de protecção, que reduzem as superfícies de contato frias, isolando contra perdas de calor;

Iluminação ambiente que se ajusta de acordo com a temperatura da cabina – de vermelho do aquecimento até azul para arrefecimento – quase não influenciando a percepção dos passageiros para com a temperatura de cabina;
Isolamento do piso traseiro e do tejadilho complementam a ajuda na redução nas perdas de calor da cabina.

Anterior Volvo Cars vence mais um prémio na área ambiental
Próximo "Alfa Romeo Racing" celebra o 1000.º Grande Prémio na História da F1

Artigos relacionados

Jaguar Land Rover desenvolve soluções de mobilidade inovadoras

A Jaguar Land Rover revelou as suas mais recentes soluções tecnológicas inovadoras com vista à redução e eliminação das emissões poluentes. Desenvolvidas pelos seus engenheiros no CENEX, um importante evento

SEAT e Orange unem forças para impulsionar desenvolvimento e utilização do automóvel conectado

A SEAT e a Orange Espanha assinaram um acordo que tem como objetivo criar as bases para uma colaboração conjunta em diversas áreas de trabalho.

Novo Renault Mégane pronto para a ‘guerra’ do segmento C

O Salão de Frankfurt será palco de apresentação de dois dos mais relevantes protagonistas dos modelos do segmento C, já que ao Opel Astra se juntará também a nova geração