Toyota supera fasquia dos 10 milhões de veículos produzidos na Europa

Toyota supera fasquia dos 10 milhões de veículos produzidos na Europa

As nove fábricas europeias da Toyota ultrapassaram a produção acumulada de 10 milhões de veículos no passado mês de abril, significando que quase três em cada quatro veículos vendidos pela marca na Europa são fabricados no Velho Continente.

A produção em grande escala da Toyota começou em Inglaterra, em 1992, em duas fábricas: os motores foram produzidos em Deeside, País de Gales, três meses antes do primeiro Carina E que saiu da linha de montagem em Burnaston, Derbyshire.

Contudo, o primeiro carro da marca feito na Europa foi o Corolla, um ícone histórico da Toyota e o mais vendido do mundo, que teve o seu arranque de produção na primeira fábrica da Toyota na Europa, instalada no nosso país, em Ovar. Fundada em 1971, esta infraestrutura tem atualmente a sua linha de montagem adaptada para a produção do Land Cruiser série 70, modelo exclusivamente para exportação para a África do Sul. Este ano a fábrica portuguesa dobrou igualmente a marca simbólica de 300.000 unidades produzidas ao longo dos 45 anos de atividade.

Para assinalar a produção de 10 milhões de unidades, teve lugar uma cerimónia na sede europeia da Toyota, em Bruxelas, onde juntou a equipa de cada fábrica e onde esteve em exposição o primeiro Toyota Carina E produzido, juntamente com o novo Crossover de Segmento C, o Toyota C-HR que irá iniciar a sua produção na fábrica da Toyota, na Turquia, no final deste ano.

O Presidente e CEO da Toyota Motor Europe, Johan van Zyl, congratulou-se com este número e explicou que “o coração da Toyota centra-se na produção, fazendo com que os milhares de colaboradores de cada equipa na Europa estejam muito orgulhosos de ter atingido a produção acumulada de 10 milhões de carros. O futuro avizinha-se sólido: durante os próximos 2 anos esperamos que a nossa produção global na Europa aumente mais de 20%”.

Além do crescente número de carros que são produzidos localmente, a Europa tem vindo a ganhar cada vez maior autonomia e influência a nível mundial e dentro do universo Toyota, produzindo automóveis adaptados às necessidades e gosto dos clientes europeus, especialmente para os modelos best-sellers europeus. As recentes versões do Yaris, Auris e Avensis foram todos delineados no ED2 – o centro de design da Toyota instalado em França –, e desenvolvidos no centro técnico da Toyota na Bélgica. O Toyota C-HR foi igualmente idealizado e delineado a pensar nos clientes europeus.

Em 2015 a Toyota produziu um total de 660.000 veículos na Europa, das quais 1.629 unidades na Fábrica de Ovar, atingindo vendas de 810.000 unidades Toyota e 64.000 unidades Lexus.

Anterior Kahn Design prepara Defender especial para o Salão de Londres
Próximo BMW comemora centenário com ação no circuito do Estoril

Artigos relacionados

SEAT renova Ibiza SC Cupra para Frankfurt

A SEAT deverá apresentar no Salão de Frankfurt o renovado Ibiza SC Cupra, modelo que ao que indica o site espanhol Pistonudos.com, irá recorrer ao mesmo motor de 1.8 litros

Nas Filipinas não há meias medidas

Nas Filipinas, o presidente tem um ritual muito estranho quando o assunto são carros contrabandeados. Ora veja.

Mercedes mostra mais dois híbridos plug-in

A Mercedes-Benz está apostada em eletrificar a sua gama de modelos. Depois de anunciar os novo Classe A e CLA 250e, foi agora o momento de mostrar mais dois bons argumentos para comprar um híbrido plug-in, os GLC 300e 4 MATIC e GLE 350 de 4 MATIC.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário