Toyota e-Palette versão Tóquio 2020 vai transportar atletas olímpicos

A Toyota acaba de anunciar que irá fornecer até 20 veículos e-Palette na versão “Tóquio 2020”, especialmente projetados para apoiar a mobilidade dos atletas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020.

O veículo irá fornecer mobilidade autónoma “em loop” ao circular nas aldeias olímpicas e paralímpicas, oferecendo mobilidade a atletas e funcionários dos jogos. O veículo autónomo, 100% elétrico, foi adaptado especificamente para uso durante os Jogos, com base, em parte, no feedback dos atletas sobre suas necessidades de mobilidade.

Anunciado pela primeira vez em 2018, o e-Palette é o primeiro veículo da Toyota desenvolvido especificamente para aplicações de mobilidade autónoma como um serviço (“Autono-MaaS[i]”). Reflete a transição contínua da Toyota para uma empresa de mobilidade e combina eletrificação, redes conectadas e tecnologias avançadas de condução para dar apoio a novos negócios e modelos de negócios de mobilidade partilhada.

Especificações Principais:
Comprimento/Largura/Altura/Distância Entre-Eixos – 5255 mm /2065 mm /2760 mm /4000 mm
Nº de passageiros – Até 20 pessoas (incluindo um operador)
Autonomia Elétrica – Approx. 150 km
Velocidade – 19 km/h

Anterior Kia XCeed à venda dentro de quinze dias
Próximo Este é o novo BMW M8 Gran Coupé Competition

Artigos relacionados

Toyota LQ procura uma ligação emocional com o condutor

A Toyota Motor Corporation (Toyota) acaba de anunciar o “LQ”, um ‘concept’ que utiliza tecnologia avançada para criar uma ligação emocional entre carro e condutor.

Alpine começa a diversificar a gama do modelo A110

A Alpine vai destapar o véu sobre duas novas versões do modelo A110. Recebem as designações Pure e Légende, mas continuam, no entanto, fiéis aos princípios genéticos da marca, pequenos,

Novo Toyota Mirai aponta ao luxo e à eficiência

A segunda geração do Toyota Mirai espelha a estratégia da marca japonesa, que espera uma autonomia superior em 30%, para um modelo que atualmente é capaz de percorrer cerca de 500 km, num só ‘depósito’.