Teste: SEAT LEON CUPRA ST 2.0 TSI 300 CV DSG 4DRIVE – Famílias felizes

O Leon ST Cupra 300 dá um novo significado ao papel de pai de família. Espaço, ambiente discreto, mas desportivo, e muita emoção ao volante fazem de qualquer viagem uma brincadeira de crianças… para o adulto (leia-se condutor).

Antes de mais, deixe-me que lhes apresente o nosso protagonista, o Leon ST Cupra com tração integral 4Drive e transmissão DSG. Apesar de também estar disponível nas carroçarias de 3 e 5 portas, apenas a versão carrinha conta com a possibilidade de equipar tração às quatro rodas, algo que encaixa na perfeição com a filosofia do carro. Com esta combinação, o Leon ST pode ser uma berlina perfeita com a qual nos deslocamos comodamente; um familiar para transporte da família e respetiva tralhas; ou converter-se em Mr. Hyde, um senhor desportivo com prestações de sobra e números de outra galáxia, como os 4,9 segundos que demora a alcançar os 100 km/h. Há 17 anos que um Leon Cupra não tinha tração integral e, desde já, a espera valeu a pena.

Melhorias

Em relação ao antecessor, de 290 CV, o novo Cupra integra a atualização estética que recebeu a gama Leon em finais de 2016. Uma ligeira revisão de forma a que em equipa que ganha não se mexa muito. No interior, vemos elementos introduzidos no Ateca, como o arranque por botão, o travão de mão elétrico ou o carregador de smartphone por indução (opcional). O ecrã de 8,0 polegadas, através do qual controlamos o sistema multimédia, melhorou o seu funcionamento e foram reduzidos de forma drástica o número de botões necessários para o seu acionamento. Agora, o manuseio é tátil e a verdade é que a experiencia de utilização é outra… para muito melhor.
Tudo dentro da aposta na conectividade feita pela marca, consciente de que muitos dos seus produtos são adquiridos por um público jovem. Apenas uma desvantagem: o facto de a dupla entrada USB estar demasiado escondida e do seu acesso ser algo complicado. Pormenores…
Tanto os acabamentos como os materiais utilizados pouco ou nada ficam a dever aos rivais do segmento, menos ainda nesta versão topo de gama. Além disso, o espaço do interior é de sobra, perfeito para uma família de quatro ou cinco elementos a que se junta uma bagageira de 587 litros que pode subir até aos 1.470 com os bancos traseiros dobrados. Ideal para ciclistas ou adeptos de desportos de aventura, por exemplo.

Discreto

Se a saga Cupra forjou a sua lenda com base em cores garridas e para-choques grandes, a verdade é que, de há um tempo a esta parte, a SEAT optou pela descrição. Agora, um Cupra não é apenas para jovens com vontade de ter um carro com estilo e boas prestações, mas também para um pai de família que, além de contar com um veículo perfeitamente funcional no dia-a-dia, goste de velocidade e condução desportiva de vez em quando. No fundo, esta versão ST adiciona um lado mais prático, e neste caso concreto, a tração total tende a reforçar ainda mais o produto.

Ainda em relação à nossa unidade de testes, recordar que tem à disposição o Pack Performance, agora disponível nas cores preto e laranja e que inclui jantes de 19 polegadas de desenho específico, pneus desportivos Michelin Pilot Sport Cup 2, pinças de travão Brembo em vermelho ou em preto e molduras e letras em preto ou laranja.

Uma vez em andamento, o Cupra revela-se um autêntico camaleão, na medida em que é capaz de comportar-se como um Leon convencional. Tudo depende do modo de condução que escolhermos no denominado SEAT Drive Profile: se optarmos pelos programas Eco, Confort ou Sport, vamos desfrutar de uma carrinha perfeita, muito rápida, mas nada incómoda, brusca ou radical, dando a sensação de irmos aos comandos de um automóvel do segmento superior (D).

Tempestade perfeita

Já no caso de selecionarmos o modo Cupra, aí, desencadeamos a tempestade perfeita. Aqui, o Leon ST transforma-se num desportivo de raça, capaz de devorar quilómetros a médias muito acima do limite legal ou realizar curvas com uma nobreza e uma precisão dignas dos melhores relojoeiros. Mais do que uma carrinha de 4,5 metros, parece que manuseamos um kart, ao ponto de não ser fácil fazê-la perder a descompostura.

De qualquer modo, este Cupra desafia a concorrência em qualquer das suas múltiplas facetas e fá-lo com um preço que também não tem rival.

 

Texto: Iván Vicario Martín

Fotos Paulo Calisto

Conclusão 

Se procura uma carrinha rápida, capaz, cómoda e polivalente, o Leon ST CUPRA 300 é uma excelente opção. Se aquilo que procura é um bom desportivo, também. E se, além disso, procura dar nas vistas, então monte o Pack Performance laranja.

FICHA TÉCNICA

SEAT LEON CUPRA ST 2.0 TSI 300 CV DSG 4DRIVE

TIPO DE MOTOR                        Gasolina, 4 cilindros em linha, turbo

CILINDRADA                                1.984 cm3

POTÊNCIA                                    300 CV entre as 5.500 e as 6.200 rpm

BINÁRIO MÁXIMO                    380 Nm entre as 1.800 e as 5.500 rpm

VELOCIDADE MÁXIMA            250 km/h (limitada)

ACELERAÇÃO                             4,9 s (0 a 100 km/h)

CONSUMO                                    7,2 l/100 km (misto)

EMISSÕES CO2                            164 g/km

DIMENSÕES (C/L/A)                 4.548 / 1.816 / 1.431 mm

PNEUS                                            235/35 R19

PESO                                               1.545 kg

BAGAGEIRA                                  587 l

PREÇO                                            49.216 €

LANÇAMENTO                            Março de 2017

Anterior Mercedes-AMG Safety Car para a F1 é o mais potente
Próximo Restying da Classe C chega às carroçarias cabrio e coupé

Artigos relacionados

Volkswagen Touareg com linha de equipamento R-Line Plus

O Volkswagen Touareg recebeu agora uma nova versão de equipamento de luxo com base no R-Line, denominada Plus. A gama R-Line Plus situa-se no topo da oferta deste SUV 4×4,

Mercedes-Benz Classe A sedan chega à Europa no segundo semestre de 2018

A Mercedes-Benz mostra, finalmente, em Pequim a versão sedan do novo Classe A. Primeiro será vendido na China e no segundo semestre do ano chega à Europa

Novo Focus RS poderá chegar aos 400 cv

A potência do atual Ford Focus é de 350 cv, enquanto o novo RS poderá chegar aos 400 cv e disponibilizar um binário máximo de 576 Nm.