Teste – BMW M550D Xdrive Touring Steptronic – O melhor de dois mundos

Pode uma carrinha familiar ser desportiva e, ao mesmo tempo, económica? A combinação pode até parecer descabida, mas a BMW demonstra que tal é possível com esta configuração M550d, que tem trabalho M Performance e um motor de seis cilindros com quatro turbos!
Embora não ceda à tentação de conceber uma carrinha puramente desportiva de sigla M, a BMW tem vindo a ‘apimentar’ a sua oferta com alguns elementos desenvolvidos pela divisão M Performance. O caso mais recente é o da M550d xDrive Touring, uma carroçaria familiar que mantém a filosofia funcional, mas acrescenta uma capacidade rítmica assinalável. A ‘culpa’ recai no motor de seis cilindros em linha de 3.0 litros, com 400 CV, capaz não só de fazer viagens pacatas em família, como também de libertar muita adrenalina para o condutor.
Os trabalhos de M
O visual não é espampanante, mas oferece indícios de que há muita ‘chama’ escondida. Os para-choques têm outro volume, há duas saídas de escape na traseira, discos ventilados nos dois eixos (com maxilas em azul e logótipo M) e jantes de 20 polegadas (1.160 €). Por dentro, nota para os itens M Performance, como os cintos com as cores da divisão desportiva M, o volante desportivo e muito, muito requinte. A insonorização é ótima, uma vez fechadas as portas por método suave (um dos muitos extras da unidade ensaiada, por 680 €), bem como os bancos forrados a pele branca com costuras a preto (750 €).
Outras mordomias surgem na lista de equipamento opcional, como o ajuste elétrico dos bancos, com aquecimento à frente e atrás, incluídos no pacote Comfort Plus (1.310 €), que aportam (ainda) maior conforto. Tanto conforto quanto aquele que é proporcionado pela tecnologia do sistema ConnectedDrive (360 €), que inclui navegação Profissional (800 €), informação de trânsito em tempo real e serviços Concierge e Remote. Há ainda carregador wireless para dispositivos móveis (620 €) ou a avançada chave com ecrã tátil. Esta tem várias funções, como revelar o estado da carrinha (portas, vidros e faróis), a autonomia ou permitir, ainda, estacionar remotamente (530 €).
A habitabilidade está em muito bom nível, com espaço mais do que suficiente para quatro adultos, com os dos bancos traseiros a beneficiarem de amplitude generosa para as pernas e em altura. Um quinto ocupante só com muita boa vontade, já que as laterais dos bancos são inclinadas, mas macias – empurrando para o meio – e o túnel central é proeminente. Seja como for, o ambiente a bordo desta M550d Touring é excecionalmente requintado, com construção e materiais à prova de críticas.
Movimentos rápidos
Ao volante, o condutor assume-se como um privilegiado por dispor de uma imensidão de energia debaixo do pé direito. Mexendo nos modos de condução, é no Sport Plus que melhor se sente a intensidade e fulgor do 3.0 Diesel com quatro turbos, uma solução excêntrica que resulta eximiamente. Dois turbos de geometria variável de alta pressão (mais pequenos) e dois turbos de baixa pressão e geometria fixa (maiores) que funcionam a regimes diferentes de rotações, permitindo suprimir situações de ‘turbo-lag’. Tanto a dupla de alta pressão, como a de baixa pressão beneficiam de sistemas próprios de recirculação de gases de escape, melhorando as emissões.
Com 400 CV e 760 Nm de binário disponíveis às 2.000 rpm, as prestações são ‘fogosas’, imprimindo ritmos diabólicos quase sem se perceber, uma vez que é enorme a suavidade na subida de regimes. Este é um lado que deixa à vista o quão desportiva e dinâmica esta carrinha pode ser, mas também há um lado de elevadíssima eficiência quando se pressiona o modo Eco Pro, que abranda um pouco as veleidades e permite maior poupança pelo modo de ‘roda livre’. Em virtude disso, o consumo médio oscila entre os sete e os oito litros (8,3 l/100 km). Parece muito para um Diesel, mas são 400 CV… A caixa Steptronic de oito velocidades tem atuação e aproveitamento excelente da potência, com as patilhas atrás do volante (modo manual) a consolidarem a experiência desportiva.
Diversão em família
No comportamento, a carrinha parece privilegiar a suavidade e solidez de rolamento sobre a impetuosidade – trata-se, afinal, de um familiar, com os passageiros a serem bem ‘protegidos’ das irregularidades do piso, mesmo com jantes de 20”. Mas não renega o lado desportivo. Quer isso dizer que segue as trajetórias delineadas de maneira ordeira e que o sistema de quatro rodas direcionais (Integral Active Steering, de série) e a tração integral xDrive auxiliam o dinamismo com extrema eficácia. Puxando um pouco mais, obtém-se um maior nível de divertimento uma vez que a potência é feita com preferência ao eixo traseiro. Com suspensão adaptativa M Profissional (mais próxima do solo em 10 mm; custo de 3.810 €) e barras estabilizadoras ativas, a M550d xDrive Touring enfrenta percursos sinuosos com enorme à vontade e segurança, demonstrando sobretudo a mais-valia de um chassis bem-nascido com direção responsiva e assistência também variável pelos modos de condução.
Se ao volante surpreende – pelo fulgor da mecânica e pelo acerto geral do chassis –, outros aspetos obrigam… a fazer contas. Porque com um custo base de 120.440 euros, não é propriamente acessível. Juntem-se os muitos opcionais e chega aos 151.050 €, destacando-se pela tecnologia e conectividade, como o head-up display ou sistemas de assistência à condução, que trazem mais segurança. Podem ser extras, mas são relevantes para uma experiência emotiva no melhor de dois mundos.
Texto Miguel Silva
Fotos Paulo Calisto
CONCLUSÃO
Poucos modelos conseguirão oferecer combinação tão certeira de requinte, eficiência, dinamismo e prestações. O motor Diesel de seis cilindros é digno da letra ‘M’ pelas respostas fulgurantes, mas não renega boa economia. Já o preço (com ou sem opcionais) coloca-o ao alcance de poucos.
FICHA TÉCNICA
BMW M550D XDRIVE TOURING STEPTRONIC
TIPO DE MOTOR Diesel, 6 cilindros em linha, 4 turbos
CILINDRADA 2.993 cm3
POTÊNCIA 400 CV às 4.400 rpm
BINÁRIO MÁXIMO 760 Nm entre as 2.000 e as 3.000 rpm
V. MÁXIMA 250 km/h
ACELERAÇÃO 4,6 s (0 aos 100 km/h)
CONSUMO 6,7 l/100 km (misto)
EMISSÕES CO2 176 g/km
DIMENSÕES (C/L/A) 4.962 / 1.868 / 1.488 mm
PNEUS 245/35 R20 (fre.)
275/30 R20 (tras.)
PESO 2.030 kg
BAGAGEIRA 570 l
PREÇO 120.440 €
GAMA DESDE 120.440 €
I.CIRCULAÇÃO (IUC)
LANÇAMENTO Abril de 2018
Anterior Toyota apresenta Prius com sistema de tração às quatro rodas (AWD-i)
Próximo Óculos da Citroën para o enjoo são um sucesso

Artigos relacionados

Ford Mondeo ganha nova versão Hybrid Station Wagon

A Ford vai passar a comercializar a versão Hybrid do Mondeo também na versão Station Wagon.

Ford Performance garante produção do GT por mais dois anos

  Os candidatos e fãs do Ford GT podem alegrar-se uma vez que a Ford Performance adicionou mais dois anos de produção para o seu supercarro em fibra de carbono. A produção adicional apoia

City K-ZE é o sexto modelo elétrico da Renault

O City K-ZE será o sexto elétrico da Renault e o primeiro feito em parceria com a chinesa Dongfeng.