Opel comemora 30 anos de utilização do catalisador nos seus modelos

Há 30 anos, no dia 21 de abril de 1989, a Opel anunciava a decisão de se tornar no primeiro fabricante alemão de automóveis a oferecer de série catalisador de três vias em todos os seus modelos de passageiros – de Corsa e Kadett até Vectra, Omega e Senator.

Ou, como disse o Diretor-Geral da Opel, Louis R. Hughes, na conferência de imprensa daquele dia, em Bona: “A Opel é o primeiro fabricante a oferecer a melhor tecnologia a favor do ambiente como parte do equipamento de série de toda a gama, desde o modelo mais pequeno até ao topo de gama”.

Fiel ao seu lema de então “Do the unexpected”, a Opel foi ainda mais longe no propósito de tornar a nova tecnologia mais acessível e baixou os preços de vários modelos.

Hoje, a Opel continua a colocar o ambiente no centro da sua estratégia. Todos os modelos de passageiros da marca alemã já cumprem a exigente norma de emissões Euro 6d-TEMP.

E, em pleno arranque da transição para a mobilidade elétrica, a Opel está a preparar dois importantes passos: os lançamentos do Grandland X híbrido ‘plug-in’ e do novo Corsa com motorização elétrica a bateria. As encomendas abrem ainda este ano. Em 2024, todos os modelos da Opel terão uma versão eletrificada.

Alguns anos antes de anunciar que o catalisador passaria a fazer parte do equipamento de série de toda a sua gama, a Opel começou faseadamente a disponibilizar versões com aquele componente. O Corsa 1.3i foi o primeiro utilitário na Europa a ter uma versão ‘Kat’, em 1985.

No ano seguinte a marca oferecia o novo Omega com catalisador, sem alterar o preço de venda ao público. Os lançamentos do Senator (1987) e do Vectra (1988) seguiram a mesma estratégia comercial. Registe-se que além do catalisador de três vias, todos os Opel possuíam filtros de carbono ativo para impedir a saída de vapores de hidrocarbonetos do depósito de combustível.

Anterior Mercedes-AMG mostra GLC 63 4 Matic+
Próximo Volvo anuncia 65% de aumento nas vendas dos seus modelos híbridos

Artigos relacionados

Peugeot abdica do Salão de Frankfurt de 2017

Alternando com o Salão de Paris a cada dois anos, o certame alemão está previsto para o mês de setembro de 2017, mas tem já a sua primeira desistência de peso.

Filipe Albuquerque é o novo embaixador da Kia

O piloto Filipe Albuquerque é o mais recente embaixador da KIA em Portugal, numa nova parceria o que o une à marca automóvel sul-coreana.

Subaru aposta em modelos desportivos no Salão de Tóquio

A Subaru vai ter alguns modelos de elevadas prestações no próximo Salão de Tóquio, dedicado a acessórios e transformação de automóveis, numa indústria que move muitos entusiastas e verbas no