Opel Ampera-e em Paris promete revolucionar entre os elétricos

Opel Ampera-e em Paris promete revolucionar entre os elétricos

O CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann, revelou hoje no Salão de Paris o mais recente elétrico da marca alemã. Apresentado como “revolucionário”, o Opel Ampera-e oferece autonomia superior a 500 quilómetros (resultado medido com base na norma NEDC: >500 km) – o que representa mais 200 km do que a autonomia dos concorrentes mais diretos no segmento. O ‘stand’ da Opel em Paris está subordinado ao tema da mobilidade sustentável.

Dirigindo-se aos jornalistas na grande conferência de imprensa que marcou o dia da Opel no salão, Neumann anunciou: “Este é o novo Opel Ampera-e, Das Elektroauto! O automóvel elétrico para toda a gente. O Ampera-e redefine a mobilidade elétrica ao ultrapassar a maior barreira que limitava este tipo de veículos: a autonomia. Com base em vários testes preliminares NEDC, o nosso automóvel consegue percorrer mais de 500 quilómetros com uma única carga de bateria. E, quando for necessário recarregar, é possível obter num posto público, em apenas meia-hora, carga para 150 quilómetros 1. Estamos a preparar-nos para lançar o Ampera-e na Europa na primeira metade do próximo ano”.

Este novo veículo elétrico, de 4,17 metros de comprimento oferece habitáculo com espaço para cinco adultos e bagageira com 381 litros de capacidade, devendo esta volumetria à colocação dos dez módulos de baterias sob o piso e à adaptação ao formato do automóvel. Isso significa que não há desperdício de espaço. A bateria, desenvolvida em parceria com a LG Chem, consiste em 288 células de iões de lítio, alcançando uma capacidade de 60 kWh.

O Opel Ampera-e promete ‘performances’ em tudo semelhantes a automóveis desportivos. O binário máximo de 360 Nm é responsável pelo temperamento enérgico, permitindo uma aceleração pura de zero a 50 km/h em apenas 3,2 segundos e recuperação de 80 a 120 km/h – que é especialmente importante em ultrapassagens – em 4,5 segundos (valores preliminares). A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 150 km/h, em benefício da autonomia geral. O débito de potência do grupo motopropulsor equivale a 150 kW, ou 204 cv.

Anterior Novo Toyota C-HR totalmente revelado no Salão de Paris
Próximo Feira Usados LeasePlan arranca na próxima semana com a 10.ª edição

Artigos relacionados

Al-Attiyah e Nani Roma lideram ataque da MINI ao Dakar

A MINI prepara um forte ataque à próxima edição do Dakar, uma vez mais disputada no continente sul-africano. A marca britânica conta já com quatro triunfos consecutivos entre 2012 e

Lamborghini Urus terá versão Plug-in híbrida

O futuro SUV da Lamborghini, o Urus, terá mesmo uma versão híbrida Plug-in, naquela que será uma estreia para a marca de Sant’Agata Bolongnese.

SEAT explica realidade virtual na produção do automóvel

A SEAT resolveu ir ao cerne da questão e apontou os principais aspetos da utilização da tecnologia 3D do protótipo até aos concessionários.