Na fase final de desenvolvimento: a nova geração Opel Insignia

Na fase final de desenvolvimento: a nova geração Opel Insignia

A nova geração Opel Insignia está prestes a completar o programa de desenvolvimento. Com designação Insignia Grand Sport, o novo topo de gama da Opel tem vários protótipos em testes de estrada e, mesmo apesar de densa camuflagem, não consegue esconder as linhas elegantes.

Esta ‘berlina’ de cinco portas assenta numa arquitetura completamente nova, que tem distância entre eixos consideravelmente superior à do anterior modelo (mais nove centímetros). Contudo, graças a projeções curtas, será apenas 5,5 centímetros mais comprido que o atual Insignia. O novo Insignia Grand Sport terá ainda mais um centímetro em largura e menos três centímetros em altura, com uma linha de tejadilho muito suave. Estas proporções diferentes dão ao novo Opel uma aparência indubitavelmente atraente.

O novo Insignia Grand Sport está mais elegante e, ao mesmo tempo, mais dinâmico. O espaço, a eficiência e o baixo peso estiveram no topo da lista de prioridades dos engenheiros que supervisionaram todo o processo de desenvolvimento. Nomeadamente recorrendo a materiais leves, foi possível reduzir o peso até 175 kg por comparação com a atual geração. Por seu turno, a atenção especial ao ‘packaging’ permitiu obter um habitáculo mais espaçoso e integrar uma série alargada de tecnologias de topo a bordo.

«A designação Opel Insignia Grand Sport diz tudo. Reflete a dinâmica eficiente de um Monza Concept e, simultaneamente, o orgulho que temos nos nossos clássicos Kapitan, Admiral e Diplomat», explica o CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann. «O nosso futuro topo de gama representa uma nova dimensão – elegância, leveza e dinâmica, juntas para alcançar uma combinação extremamente eficaz».

Com o novo Insignia Grand Sport, a Opel inaugura um novo capítulo na história dos seus modelos de topo. Há oito anos, o Insignia afirmou uma nova era para a marca alemã, especialmente em matérias de desenvolvimento e ‘design’, e traduziu-se num enorme sucesso comercial: até à data foram vendidas mais de 900.000 unidades – uma carreira invejável daquele que foi eleito Carro do Ano 2009. Mais tarde, no Salão de Frankfurt de 2013, a Opel mostrou o protótipo Monza Concept. Com este estudo, revelou a sua visão de uma ‘berlina’ leve, atraente, eficiente e com elevado nível de conectividade digital com o exterior, deixando bem claro que estas seriam características transversais a todos os futuros modelos Opel. O novo Astra, eleito Carro do Ano 2016 logo após o lançamento, foi o primeiro a seguir esta filosofia. O novo Insignia Grand Sport promete integrar também estes novos padrões e elevar a fasquia.

O novo Opel Insignia Grand Sport traduz uma evolução consistente no quadro que a Opel iniciou com a mais recente geração Astra. O Grand Sport é um pouco maior por fora do que o atual Insignia, mas consideravelmente mais espaçoso por dentro. Esse facto coloca-o num patamar superior no que diz respeito a dimensões, habitabilidade e conforto. Se é verdade que a integração de tecnologias avançadas é outra característica vincada do novo modelo, a Opel sublinha que mantém-se fiel à sua filosofia de que a mobilidade moderna e os avanços tecnológicos devem permanecer acessíveis ao maior número de pessoas. É assim que o Insignia Grand Sport se prepara para ser alternativa válida a modelos consideravelmente mais caros.

A estreia mundial do novo Opel Insignia Grand Sport está agendada para o próximo mês de março, no Salão Internacional do Automóvel de Genebra 2017.

Anterior Hyundai revela o esboço do novo Azera
Próximo Novos Mercedes-AMG E 63 e E 63 S: Desportivos extremistas

Artigos relacionados

SEAT tem uma das maiores unidades fotovoltaicas da indústria automóvel

Espanha e a zona meridional europeia usufruem entre 2.500 e 3.000 horas de sol anuais, uma fonte de energia que a SEAT recolhe graças a uma das maiores unidades fotovoltaicas da indústria automóvel.

Audi ingressa de forma oficial na Fórmula E

O sucesso da Fórmula E começa a ganhar contornos sérios, atraindo já diversas marcas automóveis para um campeonato que faz a apologia dos motores elétricos e que se prepara, em

Dieter Gass sucede a Wolfgang Ullrich na Audi Sport

Mudança de testemunho na Audi Sport: após 23 anos de funções na marca dos quatro anéis, Wolfganf Ullrich deixa o cargo de diretor desportivo, entregando essas funções a Dieter Gass.