MAZDA 6 e CX-5

MAZDA 6 e CX-5

Cirurgia plástica

 

De forma a manter o 6 e o CX-5 na vanguarda dos respetivos segmentos, a Mazda efetuou atualização cirúrgica em ambos, com incidência para o conforto a bordo e introdução de novas tecnologias.

 

MAZDA 6

 

Os responsáveis da Mazda vestiram a bata de médico, pegaram no bisturi, e de uma assentada introduziram mexidas cirúrgicas nas gamas 6 e CX-5. Em ambos, trata-se de um trabalho de pormenor com vista a reforçar alguns pontos essenciais e a prepará-los para enfrentar a cada vez mais aguerrida (e tecnologicamente avançada) concorrência nos respetivos segmentos.

 

Objetivo “premium”

A viver a sua terceira geração e responsável por boa parte do sucesso da marca nipónica nos mercados europeus, o renovado 6 direcciona, agora, as suas atenções às berlinas médias “Premium”. Para tal, foram retocados alguns elementos do exterior e, sobretudo, do interior, com incidência para os capítulos da qualidade e da tecnologia. No primeiro caso, destaque para a nova grelha, grupos óticos dianteiros e traseiros redesenhados com tecnologia Led e para a introdução de jantes de liga leve de 19 polegadas. No segundo, a adopção de novos materiais aliado a melhorias na suspensão permitiu, não só, conferir maior sensação de bem-estar como tem importante papel em matéria da insonorização. De igual forma, a consola central foi revista, surgindo mais ergonómica e com acesso facilitado a todos os comandos. Por último, mas não menos relevante, o 6 passa a contar com head-up display (tal como já acontece com o 3 e o novo 2), travão de estacionamento elétrico e sistema de infoentretenimento MZD Connect com ecrã tátil de 7 polegadas, que integra todas as funcionalidades proporcionadas pela conectividade com telefones inteligentes e navegação.

Sem alterações, o motor turbodiesel 2.2 Skyactiv-D continua a ser proposto nas versões de 150 e 175 CV. Porém, há existente caixa manual de seis velocidades, junta-se agora uma automática com conversor de binário (Skyactiv-Drive) com o mesmo número de relações. Igualmente novidade é a tração integral, assente na recente geração do sistema “all-whell drive” da Mazda, disponível apenas na variante mais potente.

Nota final para o eficiente desempenho dinâmico, à altura dos melhores do segmento.

 

MAZDA 6 I

 

Imagem de marca

Assumindo-se como a primeira interpretação da atual filosofia de design da marca, denominada de “Kodo – A Alma do Movimento”, o renovado CX-5 recebe, na prática, muitas das soluções apresentadas pelo irmão 6. Neste sentido, as alterações são poucas e passam essencialmente pela grelha frontal, novas assinaturas de luz na frente e traseira com faróis “full” led e jantes de 19 polegadas. Por dentro, o SUV japonês renovou os materiais, num interior com habitabilidade desafogada, e substituiu a tradicional alavanca do travão de mão por botão elétrico. A instrumentação foi revista e a consola do piso surge em posição mais elevada. Para compor o ramalhete: ecrã táctil de 7’’ associado ao sistema MZD Connect (o mesmo do 6). Pormenores que acabam por beneficiar o ambiente e o conforto a bordo.

Por falar em conforto, a Mazda levou a efeito atualização da suspensão, com novos amortecedores e braços dianteiros redesenhados, resultando dai maior refinamento e aprumo em estrada, onde o CX-5 se comporta como uma berlina.

Nos motores, é à semelhança do 6, mantém-se o 2.2 Skyactiv-D, biturbo, com 150 e 175 CV, sendo que o primeiro apenas é proposto com tração dianteira, enquanto o segundo recebe, em exclusivo, a tração às quatro rodas. Ambos podem estar acoplados a caixas manual ou automática de seis velocidades.

Os Mazda 6 e CX-5 iniciam a sua comercialização este mês de março com preços a partir dos 34.375 e 31.711 euros, respetivamente.

 

MAZDA 6 II

 

Texto Miguel Rodrigues

 

Legendas

Os dois modelos são propostos com três níveis de equipamento: Essence, Envolve e Excellence.

 

 

 

(caixas – ficha técnica)

 

FICHA TÉCNICA MAZDA6 2.D SKYACTIV-D 150 CV 4P ESSENCE

Tipo de motor                        Diesel, 4 cilindros em linha, turbo

Cilindrada                              2.191 cm3

Potência                                 150 CV às 4.500 rpm

Binário máximo                     380 Nm entre as1.800 e as 2.600 rpm

  1. máxima 210 km/h

Aceleração                             9,1 s (0 a 100 km/h)

Consumo                                4,7 l/100 km (misto)

Emissões CO2                         104 g/km

Dimensões (C/L/A)                 4.870 / 1.840 / 1.450 mm

Pneus                                      225/55 R17

Peso                                        1.410 kg

Bagageira                              480 l

Preço                                      34.375 €

Lançamento                           Março de 2015

 

OUTRAS OPÇÕES

Potência          Preço desde

2.2 SKYACTIV-D MT SW                     150 CV             34.387 €

2.2 SKYACTIV-D MT 4P                      175 CV             40.726 €

2.2 SKYACTIV-D MT SW                     175 CV             40.729 €

 
FICHA TÉCNICA MAZDA CX-5 2.2 D 150 CV 4×2 ESSENCE

Tipo de motor                        Diesel, 4 cilindros em linha, biturbo

Cilindrada                              2.191 cm3

Potência                                 150 CV às 4.500 rpm

Binário máximo                     380 Nm entre as 1.800 e as 2.600 rpm

  1. máxima 202 km/h

Aceleração                             9,2 s (0 a 100 km/h)

Consumo                                4,6 l/100 km (misto)

Emissões CO2                         119 g/km

Dimensões (C/L/A)                 4.555 / 1.840 / 1.670 mm

Pneus                                      225/65 R17

Peso                                       1.420 kg

Bagageira                              463 l

Preço                                      31.711 €

Lançamento                           Março de 2015

 

OUTRAS OPÇÕES

Potência          Preço desde

2.2 D MT 4×4                                      175 CV             44.176 €

Anterior FORD FOCUS 5P 1.0 ECOBOOST 125 CV TITANIUM
Próximo RENAULT TWINGO SPORT ENERGY TCE 90 S&S

Artigos relacionados

Seat divide lucro operacional pelos funcionários

A Seat obteve em 2017 os melhores resultados da sua história depois de aumentar em 24,8% o seu lucro operacional, alcançando um valor de 191 milhões de euros.

Nissan mostra protótipo de bola de golfe infalível

A Nissan retirou do golfe os temidos “stresses do putter” com o seu mais recente e inovador protótipo, a bola de golfe Nissan ProPILOT.

Leon alimentado a GNC recebe novo motor 1.5 TGI Evo com mais performance e eficiência

A SEAT melhorou as qualidades das versões do Leon alimentadas por gás natural comprimido com a adoção de um novo motor 1.5 TGI e o aumento da autonomia quando alimentado exclusivamente por Gás Natural Comprimido (GNC) graças à integração de três depósitos de gás.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário