Lewis Hamilton vence de forma categórica em Monza

Lewis Hamilton vence de forma categórica em Monza

Lewis Hamilton esteve imparável no GP de Itália, vencendo a corrida disputada esta tarde no circuito de Monza com total domínio. Desta forma, o britânico da Mercedes reforçou ainda mais a sua liderança da tabela de pilotos, uma vez que o seu companheiro de equipa e principal rival no campeonato, Nico Rosberg, não terminou a corrida na sequência de uma quebra no motor/unidade de potência do seu monolugar. Sebastian Vettel levou os milhares de ‘tifosi’ ao delírio com o segundo posto, compensando o desaire sofrido por Kimi Raikkonen, ao passo que Felipe Massa (Williams) subiu ao degrau mais baixo do pódio.

Contudo, os resultados demoraram até serem confirmados, uma vez que os responsáveis da Mercedes foram chamados ao colégio de comissários desportivos para explicarem a utilização de pneus Pirelli com pressões incorretas, tanto no caso de Hamilton, como no de Rosberg. Após escrutínio e declarações dos elementos da formação de Brackley, a FIA entendeu que não existiram razões para desclassificar o vencedor da prova, mantendo tudo na mesma.

Regressando à descrição da prova, Hamilton dominou desde a partida, começando desde logo a amealhar uma vantagem sobre Sebastian Vettel, nunca deixando o alemão da Ferrari em posição de concretizar qualquer ataque. Na partida, Kimi Raikkonen esbanjou o segundo lugar na grelha, ao falhar completamente o arranque, caindo para o último lugar, a partir do qual encetou depois uma bela recuperação. Tendo de se desviar do Ferrari imóvel na grelha, Nico Rosberg caiu para sexto, superado pelos Williams-Mercedes de Felipe Massa e de Valtteri Bottas, além do Force India de Sergio Perez, do qual rapidamente se desfez.

Após a paragem nas boxes, Hamilton manteve o comando, com Vettel sempre longe, ao passo que Rosberg passou a ameaçar o segundo lugar do alemão, depois de superar os dois Williams. Essa passou a ser uma das lutas mais interessantes da prova, mas a três voltas do final o motor Mercedes do monolugar de Rosberg ‘expirou’, forçando-o ao abandono para gáudio dos adeptos italianos nas bancadas.

Nas voltas finais, apercebendo-se da possibilidade de serem penalizados pela questão dos pneus com pressão incorreta, a equipa Mercedes ordenou a Lewis Hamilton que aumentasse o seu ritmo, sem no entanto proceder a explicações ao piloto. Hamilton cruzou a linha de meta com 25 segundos de vantagem sobre Vettel, enquanto Massa teve de se defender dos ataques finais de Bottas para obter um suado terceiro posto, com o brasileiro a confessar após a corrida que “já não tenho idade para isto”.

A quinta posição foi ocupada por Raikkonen após uma boa prestação que foi ‘manchada’ pelo problema na partida, terminando na frente dos dois Force India, que continuam em muito boa forma, cabendo a Sergio Perez a vantagem sobre Nico Hulkenberg. Boa prestação também para Daniel Ricciardo (Red Bull), tendo em conta que o australiano começou a prova das derradeiras posições para a concluir em oitavo, ao passo que Marcus Ericsson voltou a demonstrar a sua competitividade com mais um par de pontos para a Sauber, ao registar a nona posição final. Daniil Kvyat, no segundo Red Bull, encerrou o lote de posições pontuáveis, batendo por pouco o Toro Rosso de Carlos Sainz Jr, que esteve em muito boa forma ao longo de toda a corrida.

Má prestação para os Lotus-Mercedes que, ao cabo de duas voltas já não tinham nenhum representante em pista, com Romain Grosjean e Pastor Maldonado a serem afetados por contactos com outros monolugares, enquanto a McLaren-Honda esteve também muitos furos abaixo do normal, terminando a corrida em longínquos 14º e 15º lugares.

Anterior Smart mostra como passar "um belo dia em Lisboa"
Próximo Porsche 911 Carrera: o icone renova-se e fica mais eficiente

Artigos relacionados

Nico Rosberg vence no regresso da Fórmula 1 ao México

No regresso da Fórmula 1 ao México, Nico Rosberg fez a festa para a Mercedes. O piloto alemão resistiu da melhor forma ao ataque inicial do seu colega de equipa,

Honda Civic Type R eleito “Melhor Automóvel na Categoria Performance”

O novo Honda Civic Type R venceu o título de “Melhor Automóvel na Categoria Performance” nos prestigiados prémios Women’s World Car of the Year.

Citroën C1 recebe duas novas séries especiais

A Citroën enriqueceu a gama C1 com duas séries especiais, a Elle destinada a um público feminino que se preocupa com a moda, e a Urban Ride, dotada de um visual radical e mais aventureiro.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário