Lamborghini Aventador LP 750-4 Superveloce

Lamborghini Aventador LP 750-4 Superveloce

Eis o modelo mais rápido da história da marca italiana

 

 

Assumindo-se como a versão mais radical do Aventador, o LP 750-4 Superveloce assenta no motor V12 atmosférico de 6.5 litros com 750 CV às 8.400 rpm (mais 50 CV que a versão “normal) e 690 Nm de binário máximo às 5.500 rpm. Segundo a Lamborghini, o peso do conjunto foi reduzido em 50 kg (1.525 Kg), fruto da utilização de materiais mais leves como a fibra de carbono, permitindo, não só, uma relação peso/potência de apenas 2,03 kg/CV, como uma aceleração dos 0 aos 100 km/h de 2,8 segundos (8,6 s dos 0-200 km/h) e uma velocidade máxima superior a 350 km/h. A caixa é automática de sete velocidades e a tração é feita às quatro rodas através de embraiagem Haldex. Tal como o motor, também a aerodinâmica foi optimizada em 150 por cento e a força descendente aumentou 170 %, graças à introdução de alguns elementos específicos, como por exemplo, entradas de ar de maiores dimensões, nova asa traseira ajustável em três posições e novo difusor. No interior, os bancos desportivos são em fibra de carbono e o painel de instrumentos é novo e distingue-se pelo fundo amarelo. O Aventador o LP 750-4 Superveloce deverá chegar ao mercado europeu ainda durante o primeiro semestre com preço anunciado de 327 mil euros (antes de impostos).

Anterior Renault Clio R.S. 220 EDC Trophy
Próximo Porsche 911 GT3 RS

Artigos relacionados

O icónico Mercedes-Benz Classe G já tem preços para Portugal

A Mercedes-Benz já está a aceitar encomendas para o novo Classe G, icónico modelo de características todo-o-terreno que leva já uma história de sucesso com 35 anos. O próximo capítulo

Mercedes-Benz mostra concept URBANETIC

A Mercedes-Benz Vans apresenta o Vision URBANETIC, um revolucionário conceito de mobilidade que abrange muito mais do que as ideias existentes sobre os veículos autónomos.

Circuito de Silverstone quer renegociar acordo para ficar na F1 para lá de 2019

O futuro do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1 no circuito de Silverstone poderá estar em risco para lá de 2019.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário