Encomendas canceladas do Model 3 não preocupam Tesla

Encomendas canceladas do Model 3 não preocupam Tesla

A revelação do novo Tesla Model 3 trouxe consigo um grande aparato mediático em torno daquele quer era um dos modelos elétricos mais esperados dos últimos anos. A promessa de um carro mais acessível, qualidades Premium e uma autonomia reforçada ampliaram as naturais expectativas para este novo Model 3, tendo desde o momento da apresentação do protótipo, em meados do ano passado, recebido milhares de encomendas.

As primeiras semanas, aliás, foram pródigas no número de encomendas (que atingiram rapidamente as 300.000), mesmo que tenham existido igualmente desde o início de 2016 até hoje alguns cancelamentos das mesmas, conforme referiu o próprio CEO da companhia californiana, Elon Musk.

Em declarações prestadas numa videoconferência para a revelação dos resultados comerciais, Musk declarou que existiram cerca de 63.000 cancelamentos desde então, fazendo com que as encomendas tenham descido das 518.000 para as 455.000. Este não deixa de ser, ainda assim, um valor respeitável para uma fabricante ainda jovem, com Musk a dizer que poderia aumentar o número de reservas se assim o quisesse e que uma encomenda feita hoje apenas deverá ter a entrega do carro no final de 2018, ou seja, com mais de um ano de espera.

As metas de produção mantêm-se em alta para o ano de 2017 e de 2018. De acordo com o site Recode, a Tesla prevê a produção de 5.000 unidades do Model 3 por semana até ao final de 2017, elevando esse valor depois em 2018 para cerca de 10.000 unidades por semana de forma a dar resposta ao elevado número de pedidos.

Anterior Kia é o Carro Oficial da Volta a Portugal
Próximo Gigantes alemães unem-se para atualizar Diesel

Artigos relacionados

SEAT Ibiza número 15.000 pronto a rolar na Argélia

SEAT produz Ibiza número 15 mil na fábrica que tem na Argélia, mostrado o potencial da marca em África.

Teste: VOLKSWAGEN GOLF VARIANT 1.6 TDI 115 DSG CONFORTLINE – Ópio do povo

Este Golf Variant concentra desde logo três atributos apelativos para o mercado português: é uma carrinha, tem motor Diesel de última geração e é simplesmente… um Golf!

Mercedes-Benz teve melhor ano de sempre em Portugal

A marca alemã comercializou 15.308 automóveis no ano passado, um crescimento de 13,2 por cento face a 2015, registando, assim, um recorde absoluto no mercado nacional.