Edition 1886 marca a estreia do EQC na rede de vendas da Mercedes-Benz

O EQC Edition 1886 marca a determinação e aposta da Mercedes-Benz na nova era de mobilidade elétrica. Esta Edition 1886 celebra a sua estreia mundial no New York International Autoshow.

Vários elementos cuidadosamente selecionados no exterior e interior estão entre os equipamentos do EQC Edition 1886. A grelha do radiador em preto de alto brilho garante um carácter particularmente exclusivo ao exterior.

O EQC Edition 1886 está disponível exclusivamente numa cor: prata metalizada. Outras características incluem o emblema preto de alto brilho com letras EQC Edition 1886 no guarda-lamas e as jantes de liga leve de 20 polegadas de 10 raios em preto de alto brilho com elementos decorativos brancos. No interior, a inscrição EQC Edition 1886 encontra-se bordada nos encostos dos bancos.

Como qualquer EQC, o EQC Edition 1886 tem um carregador de bordo (OBC) com uma potência de 7,4 kW e, portanto, está pronto para carregar com corrente alternada (AC) em casa e em estações públicas.

Carregar numa Wallbox Mercedes-Benz é até três vezes mais rápido que numa tomada doméstica. Para um carregamento ultra rápido, é possível carregar em corrente contínua (DC) até uma potência máxima de até 110 kW numa estação de carga apropriada.

Serviços remotos e de navegação especiais também estão disponíveis para o EQC Edition 1886, assim como o serviço de carregamento digital Mercedes me Charge, que dá acesso a várias estações de carregamento público.

 

Anterior Volvo anuncia 65% de aumento nas vendas dos seus modelos híbridos
Próximo Renault desvenda concept EZ-FLEX para entregas urbanas

Artigos relacionados

Opel Crossland X é ‘Melhor da Classe 2017’ no Euro NCAP

O Opel Crossland X é um dos detentores do título de “Best in Class of 2017” atribuído pelo consórcio Euro NCAP aos automóveis que apresentaram melhor desempenho nos testes de segurança nas suas respetivas categorias.

Ford apresenta motor EcoBlue Diesel de elevada eficácia

A Ford apresentou hoje o seu motor Diesel de nova geração, o EcoBlue, o qual é apontado pela marca norte-americana como uma grande evolução técnica em relação ao anterior 2.0

Sucessor do Ferrari LaFerrari está entre “três a cinco anos” de distância

A marca começa agora a pensar no sucessor desse modelo para se juntar a uma linhagem de muitos ilustres representantes como o F40, F50 e Enzo.