Depois do Classe C, surge agora o renovado AMG C63

A Mercedes-Benz tem vindo a renovar a gama Classe C. Depois das versões berlina e carrinha, coupé e cabrio, chega agora a vez das versões mais desportivas. Os C AMG ganham as mesmo evoluções dos C “normais”, claro está adaptadas à sigla que ostentam com orgulho, AMG.

O C 63 integra perfeitamente os fundamentos da marca e oferece agora, nas variantes Limousine, Station, Coupé e Cabriolet  uma dinâmica melhorada e um interior mais moderno, com o alargamento das opções de personalização. A caixa de velocidades AMG Speedshift MCT 9G permite uma resposta ainda mais rápida.

O motor é o mesmo V8 biturbo de 4.0 litros que está disponível em duas versões de potência, com 476 cv ou 510 cv, para as quatro variantes de carroçaria e fornece um desempenho idêntico ao de um veículo de competição. A velocidade máxima dos modelos C 63 S Limo e Coupé é de 290 km/h. Em termos visuais, o novo C 63 é ainda mais apelativo: a grelha do radiador específica da AMG destaca a identidade da marca e realça uma aparência musculada.

O interior beneficia de um painel de instrumentos totalmente digital com os inconfundíveis ecrãs e a nova geração de volantes AMG. Há ainda novos funcionalidade no sistema multimédia, que permitem obter mais informações de toda a parte dinâmica do veículo, com indicadores da temperatura do óleo do motor e da caixa de velocidades, mais a pressão de sobrealimentação na forma de indicador Boost.

É possível perceber o estado atual dos vários sistemas como a cadeia cinemática, a suspensão, a dinâmica AMG, o sistema de escape, o ESP, a caixa de velocidades, entre outros. Há ainda a indicação das forças G, um cronómetro de pista, para cronometrar tempos por volta, a opção AMG Track Race permite visualizar as pistas das corridas e perceber que tempos foram realizados em cada setor.

O condutor pode ficar ainda a saber tudo sobre os dados do motor, desde o binário à potência e a pressão de sobrealimentação.

Anterior Renault Captur tem nova versão mais desportiva
Próximo Volvo conquista mais um troféu de melhor carro em 2018

Artigos relacionados

Audi RS3 tem 1180 cv com a ajuda da Formula E

A Schaeffer apresentou um Audi RS3 com motorização do Fórmula E que debita mais de 1000 cv.

Borgward renasce e aposta no SUV BX7 para Frankfurt

A Borgward, marca alemã que ressurge em 2015 após um hiato de mais de cinco décadas, prepara-se para dar um pontapé de saída para uma nova etapa na sua vida

A solução avançada da Audi para recuperar energia através da suspensão

A Audi revelou novos detalhes do seu sistema de suspensão avançada que, no futuro, permitirá recuperar energia a partir dos elementos que compõem a estrutura de ligação ao solo. Denominada