Conheça os ‘gremlins’ da Ford que melhoram a qualidade

Conheça os ‘gremlins’ da Ford que melhoram a qualidade

Poucos saberão, mas a Ford tem na sua equipa de produção alguns elementos responsáveis por… dificultar a vida dos seus colegas. Xavier Garciandia é um desses responsáveis, cuja rotina diária consiste, literalmente, em colocar pedras na engrenagem de uma das mais avançadas fábricas de automóveis do mundo, garantindo, assim, que peças erradas e componentes defeituosos sejam secretamente introduzidos na linha de montagem.

O objetivo é, muito simplesmente, assegurar que todos os veículos novos construídos naquela unidade fabril cumprem os rigorosos padrões de qualidade da Ford. O ‘Vision System’ da Ford, tecnologia que constitui uma estreia mundial na indústria automóvel, fotografa, verifica e localiza todas as peças dos 400.000 automóveis e furgões que ali são montados, bem como as necessárias à produção dos 330.000 motores que anualmente saem de Valência. Os denominados “Gremlin Tests” são uma forma de garantir que o novo processo está a funcionar correctamente.

Nas palavras do próprio Garciandia, Técnico Especializado da Ford Europa do “Vision System” da área de motores de Valência, o sistema “”é fundamental para garantir que todas as peças de cada veículo são realmente as peças certas.” Segundo o mesmo, “o ‘Gremlin Test’ permite garantir, com certeza absoluta, de que o sistema está a funcionar na perfeição. É um processo com uma finalidade muito importante. Os membros das equipas ficam muito entusiasmados quando encontram uma das nossas peças e estamos cada vez mais a dificultar a identificação dessas peças.”

A mega fábrica de Valência produz modelos como o Kuga e Kuga Vignale, Mondeo e Mondeo Vignale, Galaxy, S-MAX, Transit Connect e Tourneo Connect. Também ali se fabricam os motores Ford EcoBoost de 2.0 e 2.3 litros. O “Vision System” capta mais de 1.000 milhões de fotografias a cada 14 dias.

Em Valência e até à data, foram enviados para a linha de montagem peças de motores defeituosas, volantes errados e mesmo alguns incorrectos, estando os “Gremlin Tests” agora ativos em todas as 34 áreas de montagem. A Ford está mesmo a considerar alargar este sistema às suas fábricas de todo o mundo.

Nesta mega fábrica, em que cada linha de montagem constrói um automóvel novo a cada 40 segundos, a Ford introduziu um conjunto de rigorosos e, de certa forma, originais processos de qualidade, destacando-se elementos como os microfones ultra-sensíveis, para registar a instalação das ligações dos motores, sistemas de Análise do Som de Motores, que asseguram que cada nova unidade do desportivo Ford Focus RS funciona sem qualquer anomalia e penas de avestruz, utilizadas para remover as poeiras dos veículos antes da sua entrada no processo de pintura, de modo a melhorar o acabamento da mesma.

Anterior Nissan Rogue une-se aos Rebeldes de Star Wars
Próximo Protótipo do Honda Civic Type R já roda nos Estados Unidos

Artigos relacionados

Ferrari SP 275 RW Competizione com base técnica do F12 tdf

A Ferrari revelou todos os detalhes do seu projeto especial SP 275 RW Competizione, anteriormente apresentado nas Finais Mundiais da marca em Daytona.

Toyota vai a Genebra com novo Aygo x-cite

Para o Salão de Genebra, a Toyota vai apresentar a edição especial do novo Ago x-cite, na cor mandarina com o tejadilho na cor preta. O

Mercedes-Benz On The Road chega a Vilamoura em agosto

O próximo Roadshow Mercedes-Benz vai decorrer entre os dias 9 e 18 de agosto, na Marina de Vilamoura, este ano com um horário alargado para o período das 11h às 13h e das 17h às 24h.