BMW Z4 finalizou produção; inicia-se a espera pelo seu sucessor

BMW Z4 finalizou produção; inicia-se a espera pelo seu sucessor

A BMW terá colocado um ponto final na produção do seu Z4 Roadster no passado dia 22 de agosto, num momento que, mais do que se assinalar o final de um modelo cujo sucesso não foi muito elevado para a marca alemã, antecipa sobretudo a chegada de um sucessor, cujo desenvolvimento está a ser levado a cabo em conjunto com a Toyota. O Z5, assim se deverá chamar o novo modelo da marca que está a ser desenvolvido em parceria com a companhia nipónica, a qual por sua vez irá recuperar a designação Supra.

O BMW Z4, apesar de surgir na peugada da primeira geração, acabou por nunca granjear a fama que o tornasse um ícone no seio da própria marca, como o fez o Z3, pelo que o seu sucesso comercial não foi mais propício. Para o desenvolvimento do seu sucessor, porém, a BMW procurou a aliança de uma companhia cujo último desportivo concebido em parceria se revelou um modelo com dinâmica elogiável e rentabilidade média.

Se no caso da Toyota, o Supra deverá recorrer também a uma solução híbrida que tire partido dos conhecimentos da marca naquele tipo de tecnologias, também haverá espaço para modelos com motores originários da BMW, que, de acordo com informações anteriores, serão tanto de quatro como de seis cilindros em linha. Ambos os modelos deverão ser produzidos na Magna Steyr, em Graz, na Áustria.

Anterior Nissan revela atributos da nova NP300 Navara King Cab
Próximo Volkswagen associa-se a Hamburgo para desenvolver novas estratégicas de mobilidade

Artigos relacionados

Novo MINI Countryman: Diversão por todo o lado

A MINI revelou a sua nova geração do Countryman, modelo que combina maior versatilidade com prestações reforçadas e eficiência melhorada.

Investidores americanos estão interessados na Manor

A Manor pode estar na iminência de ser adquirida por um consórcio norte-americano liderado por Tavo Hellmund, grande responsável pelo regresso da Fórmula 1 ao circuito de Austin, no Texas.

Citroën já vendeu 100 mil C3 Aircross

O novo SUV Compacto Citroën C3 Aircross confirma o seu excelente momento ao atingir as 100.000 unidades vendidas desde o seu lançamento, em outubro de 2017, volume do qual cerca de 70.000 matrículas se referem a 2018.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário