“Alfa Romeo Racing” celebra o 1000.º Grande Prémio na História da F1

“Alfa Romeo Racing” celebra o 1000.º Grande Prémio na História da F1

A Alfa Romeo, vencedora do primeiro Grande Prémio e do primeiro campeonato na história da Fórmula 1, presta homenagem à mais importante competição do desporto automóvel, que conta com milhões de entusiásticos fãs em todo o mundo. A milésima prova realizar-se-á no domingo, 14 de abril, na China.

A longa e entusiasmante história da Fórmula 1 começou em 1950, quando a modalidade se tornou global com o primeiro “Campeonato Mundial de Fórmula 1” que, na verdade, foi quase exclusivamente disputado em circuitos europeus.

A primeira prova decorreu nas curvas de Silverstone, consagrado local do Grande Prémio da Grã-Bretanha e ainda hoje um dos mais importantes circuitos. Foi há 69 anos, no dia 13 de maio, e desde então o mundo do automóvel mudou radicalmente. Só dois fatores se mantêm iguais. O entusiasmo do público e a presença da Alfa Romeo na grelha de partida, tanto no primeiro como no milésimo Grande Prémio.

A equipa de competição da Alfa Romeo apresentou-se com quatro monolugares 158, conduzidos por Giuseppe “Nino” Farina, Juan Manuel Fangio, Luigi Fagioli e Reg Parnell, este último como homenagem ao país anfitrião. As viaturas ficaram nos quatro primeiros lugares nas provas de qualificação e ocuparam toda a linha da frente da grelha de partida.

Olhando para esses dias, o engenheiro da Alfa Romeo Giuseppe Busso declarou, uma vez, que o verdadeiro problema para a equipa dos três “F” – Farina, Fangio e Fagioli – era estabelecer a ordem no pódio. O Alfa Romeo 158 debitava 350 cv de potência e atingia 290 km/h de velocidade máxima. Nesse histórico 13 de maio, Nino Farina conquistou a “pole position”, a volta mais rápida e a prova.

A equipa “Alfa Romeo Racing” vai contar com Giovinazzi Antonio, marcando o regresso de um piloto italiano ao volante de um Fórmula 1 após oito anos sem uma presença regular, e com o Campeão Mundial de 2007 Kimi Räikkönen, que pontuou nas duas primeiras provas. Continua, assim, a lenda do Quadrifoglio, o emblema com o trevo verde de quatro folhas que identifica, desde 1923, os modelos Alfa Romeo de melhores performances.

Anterior Transit Smart Energy Concept é a nova solução eletrificada da Ford
Próximo Audi mostra AI:ME no Salão de Xangai de 2019

Artigos relacionados

Honda e General Motors unem-se para desenvolver fuel Cell

A Honda e a General Motors (GM) estabeleceram um acordo para a produção conjunta de sistemas de célula de combustível a hidrogénio de última geração, com utilização posterior pelos modelos de ambas as companhias.

Volkswagen aposta forte no sistema Car-Net

O sistema Car-Net transforma cada modelo da Volkswagen num verdadeiro amigo para o dia a dia.

Fórmula 1: Mais lutas em pista e menos penalizações

Após muitas críticas no decurso da última temporada, a Federação Internacional do Automóvel (FIA) declarou a sua intenção de tornar a competição em pista mais ousada no que diz respeito às batalhas entre pilotos.