Tesla Model Y está pronto para entrar em comercialização

A Tesla anunciou o quarto modelo da sua gama, mais um SUV com ar de monovolume que vai receber a designação Y. Mais largo e alto que o Model 3, o novo Y partilha 70% dos componentes com este e tem uma autonomia esperada de 480 km.
Tem teto panorâmico, opção de sete lugares, ecrã tátil de 15″ e sistema Autopilot de condução autónoma.

Em termos de versões, a gama do novo Model Y contará com quatro: a versão Performance, Dual Motor AWD e Long Ranger (estarão disponíveis no outono de 2020) e a Standard Range (variante mais barata com entregas agendadas para 2021).

O Dual Motor AWD (com dois motores e tração integral) terá uma autonomia de cerca de 450 quilómetros, velocidade máxima de 217 km/h, aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,1 segundos e um preço de 51 mil dólares (45 mil euros).

O Long Range vai chegar aos 482 quilómetros de autonomia, velocidade máxima de 209 km/h, aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,8 segundos e custará 47 mil dólares (41,5 mil euros).

Por fim, o Standard Range, versão mais barata que chegará em 2021, contará com uma autonomia de 370 quilómetros, velocidade máxima de 193 km/h, aceleração do 0 aos 100 km/h em 5,5 segundos e custará 39 mil dólares (34,4 mil euros).
O novo Model Y se encontra disponível para pré-encomenda mediante um pagamento reembolsável de 2200 euros.

Anterior Michelin lança novo Pilot Sport 4 para SUV
Próximo Volkswagen Tiguan alarga oferta ao motor 1.5 TSI

Artigos relacionados

Clio R.S. 18: Renault Sport apresenta uma nova edição limitada com visual agressivo

A Renault Sport apresenta a nova edição limitada Renault Clio R.S. 18, batismo homónimo do monolugar do Renault Sport Formula One Team para a temporada de 2018.

Gama Ferrari 488 em destaque no evento Passione Rossa

A Ferrari lançou mais um vídeo em que as emoções estão em destaque, desta feita com o 488 GTB em primeiro plano.

SEAT Leon Cupra aumenta potência e junta tração integral para a carrinha

A SEAT atualizou o Leon Cupra para o ano de 2017, sendo que uma das maiores diferenças está no ligeiro acréscimo de potência do motor 2.0 TSI, que passa agora a debitar 300 CV de potência e 380 Nm de binário máximo.