SUV da Aston Martin só vai ter motores a gasolina

O CEO da Aston Martin, Andy Palmer, disse à Automotive News Europe que não existem planos para o lançamento de uma versão elétrica do seu novo SUV e que também não vão ser lançadas opções Diesel nem plug-in híbridas.

O novo modelo será rival direto do Bentley Bentayga, Rolls-Royce Cullinan, Lamborghini Urus e ainda das versões de topo de gama dos Range Rover, num segmento marcado pelo luxo e ao qual se vai juntar ainda a Ferrari.

Depois da Bentley com o Bentayga, da Rolls-Royce com o Cullinan e da Lamborghini com o Urus, a Aston Martin será a senhora que se segue a entrar neste segmento com um modelo que se deverá chamar Varekai, ainda que não existe confirmação acerca do nome.

A Automotive News Europe garante que o novo Aston Martin vai estar disponível com um motor V12 turbo a gasolina e também com um V8 turbo desenvolvido pela AMG.

Deverá ser produzido na nova fábrica da marca em St Alban, no País de Gales, numa plataforma própria que deriva da arquitetura que a marca utiliza nos seus desportivos DB11 e Vantage.

Anterior Vai nascer no Grupo PSA uma nova unidade de negócio
Próximo Carros sobem de preço em setembro

Artigos relacionados

Ferrari surpreende com J50 em homenagem ao Japão

Para uma efeméride especial e exclusiva, a Ferrari revelou o novo J50, modelo que comemora o 50.º aniversário da marca no país do sol nascente e que tem produção limitada a dez exemplares.

Renault Mégane R.S. e Honda Civic Type R enfrentam-se em Spa-Francorchamps

No ‘reino’ dos compactos desportivos, a luta pelo lugar cimeiro tem sido feroz, com o Renault Mégane R.S. a receber rasgados elogios pela sua capacidade dinâmica, não obstante a chegada

SEAT Leon Cupra aumenta potência e junta tração integral para a carrinha

A SEAT atualizou o Leon Cupra para o ano de 2017, sendo que uma das maiores diferenças está no ligeiro acréscimo de potência do motor 2.0 TSI, que passa agora a debitar 300 CV de potência e 380 Nm de binário máximo.