Sebastian Vettel vence GP da Hungria e vai de férias mais descansado

Sebastian Vettel vence GP da Hungria e vai de férias mais descansado

Sebastian Vettel venceu o GP da Hungria de Fórmula 1, partindo para o período de férias do Mundial com a sua liderança do campeonato de pilotos reforçada face a Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, ambos da Mercedes.

O piloto alemão tirou excelente partido da sua pole position e segurou o comando na largada, posicionando-se à frente do seu colega de equipa, Kimi Raikkonen, que partiu de segundo, enquanto Max Verstappen (Red Bull) também partiu bem e chegou a lutar pelo terceiro posto na travagem para a primeira curva.

Contudo, ‘apertado’ por Bottas, Verstappen teve de seguir pela escapatória, perdendo apenas aquela posição, mas regressando à pista a tempo de lutar com Daniel Ricciardo, seu colega de equipa. Tendo entrado na curva 2 lado a lado, apenas um dos Red Bull viria a chegar ao final da volta: Verstappen não conseguiu evitar um excesso na discussão da travagem e embateu com violência no carro de Ricciardo, com este a abandonar fruto de fuga hidráulica provocada pelo embate.

Vettel ficou assim no comando, na frente de Raikkonen, Bottas, Verstappen, Hamilton e de Carlos Sainz (Toro Rosso). Os dois Ferrari rapidamente ganharam vantagem, que chegou a ser de oito segundos de Vettel para o terceiro, mas um problema com a direção do Ferrari levou Vettel a baixar o seu ritmo.

Após as paragens nas boxes, os problemas de Vettel agravaram-se, vendo assim a aproximação de Raikkonen – que tinha ordem para não ultrapassar o líder -, mas, mais grave, dos dois Mercedes, com Bottas a deixar passar Hamilton com a premissa de que se o britânico em cinco voltas (que se transformaram em dez) não conseguisse passar Raikkonen lhe devolveria a posição ate final.

Assim, num circuito em que as ultrapassagens são dificílimas, apenas por uma vez, Hamilton esteve em posição de desafiar Raikkonen pelo segundo lugar, mas um ligeiro erro no ‘miolo’ do traçado, colocou um ponto final nas suas ambições. Para Bottas, por outro lado, houve ainda uma outra ameaça na forma de Verstappen, que recuperou imenso tempo depois de ter sofrido uma penalização de dez segundos pelo incidente inicial com Ricciardo.

Com Vettel a ter Raikkonen como seu ‘escudeiro’, o alemão cruzou a linha de meta em primeiro, numa ‘dobradinha’ saborosa para a Ferrari, enquanto Hamilton cumpriu a sua palavra e devolveu a terceira posição a Bottas com a sombra ameaçadora de Verstappen, que não conseguiu aproveitar a troca entre os dois Mercedes para subir mais uma posição.

Fernando Alonso teve uma prestação excelente com o McLaren-Honda, conseguindo terminar em sexto lugar, depois de uma arrojada ultrapassagem a Carlos Sainz (Toro Rosso). Além disso, o espanhol da McLaren conseguiu ainda ficar com a volta mais rápida da corrida… Quanto ao piloto da Toro Rosso, depois de uma primeira parte da corrida em sexto, a posição perdida para Alonso acabou por não estragar o brilhantismo da sua prestação, oferecendo mais pontos valiosos à formação de Faenza, enquanto o seu colega de equipa foi apenas 11º.

Sergio Perez e Esteban Ocon foram oitavo e nono respetivamente, com os Force India, ao passo que o lugar final dos pontos ficou para o outro McLaren, de Stoffel Vandoorne, que mostra assim a melhoria de rendimento dos carros de Woking.

Na luta pelo título de pilotos, Vettel dispõe agora de 14 pontos de vantagem sobre Hamilton, sendo que as duas próximas corridas deverão ser ligeiramente favoráveis aos Mercedes pela sua rapidez (Spa-Francorchamps e Monza).

Anterior Porsche abandona LMP1 e transfere-se para a Fórmula E
Próximo MINI Clubman com dupla personalidade produzida por Nuno Gama

Artigos relacionados

Novo Renault Scénic será apresentado em Genebra

Aquele que foi o primeiro monovolume compacto a surgir no mercado, o Renault Scénic, comemora este ano o seu 20º aniversário desde que a primeira geração foi lançada. Agora, a

Alexander Rossi: Do final da grelha na Manor para o triunfo na Indy 500

A centésima edição das 500 Milhas de Indianápolis teve um vencedor inesperado: Alexander Rossi. O ex-piloto da Manor na Fórmula 1, que este ano foi para a Indycar nos Estados

Skoda Rapid com renovação em Genebra

Os Skoda Rapid e Rapid Spaceback preparam-se para receber uma atualização de fundo no Salão de Genebra, propondo novidades como os sistemas de iluminação renovados.