SEAT explica como se desenha um SUV

A SEAT explicou como se desenha um SUV, um dos modelos mais apelativos do mercado automóvel, através da figura de Alejandro Mesonero-Romanos, diretor de Design da marca.

Porém, como é que se transforma uma mistura de tintas com mica em pó numa cor elegante? Agora que o SEAT Tarraco foi apresentado ao mundo, o fabricante desvendou o que está por trás do processo de criação deste tipo de veículos e as diretrizes do que será a linguagem de design do construtor:

– Amor à primeira vista: 65% dos clientes que compram um SUV fazem-no pelo seu design exterior. E, de facto, as suas linhas são um dos elementos mais característicos. “São mais agressivas, fortes e imponentes”, comenta Xavier Villanueva, designer de exteriores da marca. A frente é uma das secções mais importantes no SEAT Tarraco: “a grelha está numa posição mais vertical face a outros tipos de veículos”. “Isto torna maior o capot deste grande SUV e eleva a aparência de robustez”, diz.

– Novos desafios para os designers: o habitáculo de um SUV é comparativamente amplo face a outros modelos. Estas novas dimensões implicam desafio para a equipa de design: “os clientes esperam encontrar um bom equilíbrio entre conforto, ergonomia, prestações… e este é outro dos aspetos a ter em conta quando se projeta um automóvel deste segmento”, acrescenta Daniel Hervás, responsável de design de Interiores da empresa. No caso específico do SEAT Tarraco, a introdução de um ecrã flutuante foi um desafio para a equipa. “Apesar das suas dimensões, a consola central não pode perder a leveza de linhas”, conclui Hervás.

– “O tamanho, a forma e o público-alvo determinam integralmente a gama cromática de cada modelo. Cada segmento tem a sua cor”, comenta Jordi Font, designer do departamento Color&Trim da SEAT. A paleta de cores de um SUV tem que expressar “segurança e proteção”. “Pede tons sóbrios ou metalizados e, dependendo do tamanho, pode-se jogar com o tejadilho bicolor ou outro tipo de acabamentos”, acrescenta Font. A do SEAT Tarraco é composta por oito tonalidades “que lhe dão esse ADN elegante que define o seu caráter”, conclui.

– Vestidos para a ocasião: na hora de escolher os acabamentos para o maior SUV da SEAT, trabalharam-se materiais premium. “Foram selecionados tecidos do tipo melange e, pela primeira vez, acabamentos em cromado baço, que conferem ao carro um toque extra de sofisticação”, comenta Amanda López do departamento Color&Trim. Aliás, para testarem as múltiplas combinações possíveis, recorreu-se às potencialidades da realidade virtual.

– Realidade virtual, a melhor aliada: seja para definir a aparência interior, as linhas exteriores ou as questões aerodinâmicas, esta tecnologia tem cada vez mais um papel decisivo. “Antes, com os renders, os designers podiam ver o seu trabalho com um realismo de 60%. Graças à realidade virtual, esse rigor passou para 90%. Isso permite poupar muito tempo no processo do design”, revela Manel Garcés, responsável pela Visualização na SEAT. Graças às reuniões de trabalho lado a lado, o departamento de Visualização oferece as ferramentas necessárias para otimizar o trabalho dos designers. “Em muito pouco tempo, a equipa de interiores pode ver em 3D o que desenhou minutos antes”, acrescenta Garcés.

– Quatro modelistas e mais de 320 horas: apesar das novas tecnologias, fazer um novo modelo em argila continua a ser imprescindível para se ver, pela primeira vez em escala real, as dimensões do novo veículo. Na hora de dar forma ao Tarraco, foram utilizados 5.000 quilos de argila e o maior desafio foi o de “controlar o volume e as proporções de um carro tão grande”, comenta Carlos Arcos, modelista da empresa.

Anterior Fábrica da SEAT em Martorell inicia a produção do novo Audi A1
Próximo Club MX-5 Portugal faz passeio aos Picos de Europa

Artigos relacionados

Mercedes-Benz revela concept aerodinâmico em Frankfurt

A ‘jogar em casa’, a Mercedes-Benz vai apresentar no Salão de Frankfurt um novo concept destinado a servir de laboratório a novas ideias relativas à aerodinâmica, denominado IAA (Intelligent Aerodynamic

Renault lidera mercado Português pelo 18º ano consecutivo

Com um crescimento de 23,9% (25% no mercado de Passageiros e 17,9% nos Comerciais Ligeiros) o mercado automóvel Português registou, em 2015, uma maior dinâmica do que aquela que era

Nova geração do Land Rover Defender já está em testes

Com o final da anterior geração do Defender criou-se um vazio na gama da Land Rover, não havendo um todo-o-terreno ‘puro e duro’ no seio da construtora britânica.