Sabe qual é o automóvel com mais quilómetros do mundo? Um Volvo

Sabe qual é o automóvel com mais quilómetros do mundo? Um Volvo

Irv Gordon comprou o seu Volvo 1800 S em 1966 e imediatamente se apaixonou pelo seu novo automóvel. Simplesmente não era capaz de deixar de guiar.  A sua viatura foi comprada numa sexta-feira e, logo na segunda-feira seguinte, Gordon estava à porta do seu concessionário para fazer a primeira revisão. O automóvel tinha já 2.500 km percorridos.

Com um trajeto diário de 200 km, uma dedicação à manutenção e uma paixão por conduzir, este professor de ciências norte-americano atingiu, em 10 anos, 800.000 kms. Em 1987, celebrou o seu primeiro milhão de milhas percorridas no Central Park, em Nova Iorque e, em 2002 celebrou em Times Square o segundo milhão, num evento que captou a atenção dos media internacionais.

Irv Gordon detém o recorde mundial da maior distância já percorrida por um único proprietário numa viatura não comercial. Este recorde figura no Guinness Book of World Records.

O seu Volvo ainda mantém o motor e a caixa de velocidades originais. A distância já percorrida (mais de 5 milhões de kms) é superior a 127 voltas ao Mundo ou 6 idas à Lua.

Alguns números:

  • Mais de 427.330 litros de combustível utilizado
  • 3.290 Litros de óleo
  • 170.000 km/ano desde que se reformou em 1996
Anterior Inauguração do primeiro Porsche Classic Partner de Portugal
Próximo SEAT Leon Cupra volta a ser veículo oficial da equipa Ducati no MotoGP

Artigos relacionados

Bentley com nova gama Mulsanne e Flying Spur V8 S desportivo

A Bentley terá uma série de novidades importantes no Salão de Genebra, a começar pela revisão da gama Mulsanne, passando também pela introdução de um novo Flying Spur V8 S

Audi A3 com novos motores e maior eficiência

A Audi renovou o A3, mas as principais melhorias estão situadas sob a carroçaria. O familiar compacto do segmento C está agora ligeiramente mais atual, surgindo com novidades em termos

Sucessor do Toyota GT 86 promete “surpreender toda a gente”

Nascido da cooperação estreita entre a Toyota e a Subaru, o GT 86 (e o BRZ no caso da marca da Fuji Heavy Industries) mostrou que ainda existe apetência para