Onboard: A corrida para as nuvens com Ari Vatanen

Onboard: A corrida para as nuvens com Ari Vatanen

Já aqui tínhamos trazido um vídeo onboard da lenda dos ralis, Ari Vatanen, e agora cumpre-se a promessa de trazer, de novo, uma demonstração de precisão e de talento do piloto finlandês, possibilitada apenas pela gravação de Jean Louis Mourney. Desta feita, ao volante de um impressionante Peugeot 405 T16 que havia sido preparado para o Dakar e que teve também uma passagem fugaz, mas marcante pela mítica rampa de Pikes Peak.

A participação da Peugeot no evento de 1988 saldou-se por um momento inesquecível para a marca gaulesa, já que venceu a edição à geral com um tempo recorde de 10m47,77s. O 405 T16 derivava do mais compacto 205 T16, modelo que no entanto não era o mais adequado para uma prova com as características de Pikes Peak.

Assim, o 405, que foi desenvolvido para o Paris-Dakar, acabou por fazer também duas participações na corrida norte-americana, com um elemento técnico incomum para a época: quatro rodas direcionais. A Peugeot repetiu a façanha em 1989, então pelas mãos de Robby Unser Jr., igualmente aos comandos de um 405 T16.

Mais recentemente, a Peugeot voltou à prova, mas agora com outro modelo de altas performances, o 208 T16, e com um outro talento ao volante: Sébastien Loeb.

Anterior Marchionne 'chama' grupos Volkswagen e General Motors para a F1
Próximo TomTom adota nova plataforma de mapas

Artigos relacionados

Alfa Romeo Giulia QV: A mecânica das emoções

O novo Alfa Romeo Giulia QV não esconde o seu legado histórico desportivo. O modelo mais extremo da marca italiana foi apresentado recentemente e traduz-se numa proposta para combater os

Novo Lexus LS 500h com estreia mundial no Salão de Genebra

O Salão de Genebra é o palco da estreia mundial do novo Lexus LS 500h, a versão full hybrid do novo sedan da Lexus.






Opel Astra supera as 250.000 encomendas

Duplamente eleito Carro do Ano 2016, na Europa e em Portugal, o novo Opel Astra continua a granjear grande sucesso a nível europeu, tendo já ultrapassado a fasquia das 250

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário