Nissan continua a crescer em Portugal

No ano em que comemorou 50 anos de presença comercial em Portugal, a Nissan ultrapassa pela primeira vez os 5,5% de quota de mercado e, com 14.553 unidades vendidas no seu ano fiscal de 2017 (AF2017, de 1 de abril de 2017 a 31 de março de 2018), alcança a 6ª posição no ranking das vendas de automóveis ligeiros de passageiros, averbando um novo recorde neste segmento, com 6,2% de quota.

Há mais de uma década que a Nissan tem vindo a fortalecer sucessiva e ininterruptamente a sua posição no mercado nacional, graças à introdução de produtos pioneiros e tecnologias inovadoras e acessíveis, de que são exemplos os Crossover Qashqai e Juke e o automóvel elétrico que lidera as vendas mundiais, o Nissan Leaf.

Esta constante evolução da Nissan em Portugal tem particular expressão nos resultados deste ano fiscal, onde a marca regista um crescimento de 17,1% face ao período homólogo anterior, aproximando-se da fasquia da dezena e meia de milhar de unidades comercializadas em Portugal.

O Qashqai, recentemente renovado, continua a estabelecer recorde após recorde e no AF2017 regista mais um, com 6.437 unidades comercializadas – ultrapassando pela primeira vez as 6 mil unidades comercializadas num ano em Portugal – e 12% de crescimento. Ao fazê-lo, o Nissan Qashqai consolidou também a sua posição como crossover líder em Portugal e um dos principais atores do mercado nacional.

O Nissan Juke ainda continua a entregar bons resultados: num dos mais aguerridos e movimentados segmentos do mercado, o Juke mantem o seu volume de vendas (2.034 unidades vs 2.010 no AF2016) apesar de uma concorrência cada vez maior.
O novo Micra está a conquistar um lugar cada vez mais proeminente nas vendas da marca, representando já 25% do total do volume da Nissan no AF2017. De facto com 3.647 unidades vendidas no ano fiscal que agora findou, o novo Micra quase duplica os registos no AF2016 da anterior geração da Micra e do Note em conjunto.

A estes juntam-se a Navara, cujo crescimento de 11,3% ainda não reflete as potencialidades do recente lançamento das versões Navara Business, propostas sobre as versões de cabina dupla mas com 3 lugares, que se posicionam num subsegmento chave das pick-up no mercado nacional.

Anterior Volvo Trucks estreia camião 100% elétrico
Próximo Opel GT comemora 50 anos

Artigos relacionados

SEAT Leon: Retoques de meio de ciclo

Sem mexer muito, a SEAT concedeu ao seu Leon uma atualização de meio de ciclo.

Sauber garante que novas parcerias têm de ser ponderadas

Numa fase em que a Fórmula 1 se tornou mais dispendiosa, obrigando as pequenas equipas a enveredarem, muitas vezes, pelo caminho dos pilotos-pagantes para garantirem a sua subsistência, a Sauber

Bosch promove segurança na estrada ao longo de novembro

A Bosch Automotive Aftermarket desenvolveu uma campanha integral de 360 graus focada na segurança na estrada e que se dirige, simultaneamente, a distribuidores, oficinas e automobilistas. Na sua essência, esta