Lexus vai ter versão de 7 lugares do RX450h

A Lexus vai lançar em breve no mercado nacional uma versão de sete lugares do seu SUV maior (pelo menos na Europa). O modelo, que recebe a designação L, mantém a silhueta elegante da versão “convencional”.

A marca nipónica ampliou a carroçaria em 11 cm na parte traseira e utilizou um ângulo mais inclinado para o portão traseiro, garantindo maior altura para os passageiros da terceira fila e maior versatilidade do espaço na mala.

Esta variante de sete lugares apresenta um banco com repartição 40/20/40 na 2ª fila e o acesso à terceira fila é feito depois de puxada uma alavanca que faz deslizar a segunda fila de bancos para a frente. Destaque para a qualidade interior, com bancos forrados a pele e muita qualidade em todos os detalhes, desde o tablier aos forros das portas e tejadilho.

Entre as soluções que melhoram a versatilidade das três filas do RX L incluem-se um piso de carga plano atrás da 3ª fila rebatida, um par de porta-copos na 3ª fila, uma chapeleira que se arruma facilmente e calhas de deslizamento cobertas.

Toda a parte mecânica se mantém sem alterações, com o motor 3.5 litros V6, transmissão de variação contínua eletrónica do tipo planetário e 33 cv de potência combinada.

Anterior Mercedes-Benz revela dois Classe S especiais
Próximo Os 50 anos da Toyota em Portugal são celebrados com várias campanhas

Artigos relacionados

Aston Martin confirma designação DB11

O próximo superdesportivo da Aston Martin será chamado DB11, dando assim continuidade a uma linhagem histórica cujo início remonta há muitas décadas atrás. Este novo modelo da marca britânica será

Ford revela tática para passar o Natal com os sogros (no futuro)

Com algum sentido de humor, a Ford quer que as visitas dos sogros no Natal sejam ‘pacíficas’ e que não façam elevar os níveis de stress para valores proibitivos.

Empresas líderes dos setores automóvel, telecomunicações e ITS anunciam primeiros testes da tecnologia C-V2X no Japão

A Continental, a Ericsson, a Nissan, a NTT Docomo, a OKI e a Qualcomm Technologies, uma subsidiária da Qualcomm Incorporated (NASDAQ: QCOM), acabam de anunciar os seus planos para realizar no Japão