Fotos | O novo Mercedes-Benz Classe A como referência na classe de veículos compactos

O novo Mercedes-Benz Classe A mantém o mesmo aspeto dinâmico que já o caracteriza, mas agora com argumentos tecnológicos nunca vistos neste segmento. Redefine totalmente o luxo moderno na classe de veículos compactos e revoluciona o design interior. Tecnologicamente, o novo Classe A não só ocupa o primeiro lugar graças ao MBUX – Mercedes-Benz User Experience – como também oferece uma grande variedade de funções que anteriormente estavam reservadas apenas para os veículos da classe de luxo.

Em determinadas situações de condução, pela primeira vez, o modelo tem capacidade para conduzir de forma semiautónoma, enquanto os faróis MULTIBEAM LED estão disponíveis como equipamento opcional. Todas as versões do novo Classe A estão equipadas com os novos e eficientes motores Diesel e a gasolina. Embora a Mercedes-Benz tenha mantido a aparência desportiva, a utilidade do modelo aumentou. O novo Classe A pode ser encomendado a partir de março e o lançamento de mercado irá ocorrer já em maio.

Design exterior: exercício de purismo

O design purista e acentuado pelas linhas do novo Classe A é o próximo passo na filosofia de design Pureza Sensual da Mercedes-Benz. Com base num design compacto de dois volumes, as dimensões otimizadas e as proporções levaram a uma nova interpretação do design do Mercedes-Benz Classe A.

O exterior do novo Classe A revela desportividade, dinamismo e emoção. O design progressivo da dianteira com um capot de baixa altura, os faróis LED planos com elementos cromados e as luzes diurnas em forma de boomerang asseguram um apelo emocional e uma aparência sedutora. A atraente grelha do radiador com a estrela Mercedes, cujo perfil alarga em direção à base numa reinterpretação do seu antecessor, inclui elementos em formato diamante e uma lamela central prateada que acentua ainda mais a desportividade do novo A.

Visualmente, o veículo aparenta ser mais comprido devido à maior distância entre eixos e à linha marcante ao longo do perfil. O capot apresenta-se numa forma descendente e mais próximo ao solo do que o seu antecessor, salientando uma secção dianteira dinâmica e mais vertical. Os guarda-lamas de maiores dimensões destacam a desportividade e transmitem a sensação de que o novo Classe A está solidamente agarrado à estrada. A secção traseira do veículo apresenta uma aparência mais larga graças à superfície vidrada até à linha de cintura que destaca também uma postura mais robusta, graças aos grupos óticos traseiros bipartidos e aos refletores integrados no para-choques. Com um Cd de 0.25 e uma área dianteira projetada (A) de 2.19 m2, o novo Classe A é o líder da aerodinâmica no seu segmento.

Design interior: A redefinição do luxo moderno 

O interior do novo Classe A foi completamente reformulado com o seu visual moderno e vanguardista. A Mercedes-Benz adotou uma abordagem completamente nova, redefinindo o luxo moderno na classe de compactos a partir do interior com uma nova sensação de espaço. A exclusiva arquitetura do interior é formada em particular pelo design vanguardista do tablier: pela primeira vez foi totalmente eliminada uma grelha de ventilação na secção superior do tablier. Como resultado, a estrutura principal do tablier em forma de asa estende-se entre as portas dianteiras sem descontinuidade visual. O painel de instrumentos de ecrã amplo é totalmente independente e parece flutuar no interior. As desportivas saídas de ventilação de ar com visual em forma de turbina com iluminação (opcional) são outro destaque do interior.

O tablier está dividido em duas secções horizontais tridimensionais: a secção inferior é visualmente separada da estrutura principal do tablier por uma ranhura e aparenta flutuar em frente ao tablier. A iluminação ambiente reforça este efeito e acentua a sensação de flutuação da secção inferior. As 64 cores da iluminação ambiente opcional representam cinco vezes o total de cores que estavam disponíveis no modelo antecessor. E não foi apenas a variedade que aumentou pois a apresentação emotiva da iluminação também estabelece novas referências neste segmento: as diferentes cores são constituídas por dez conjuntos de cor que permitem esquemas de iluminação moderna com espetaculares variações de cor.

Anterior SEAT e Orange unem forças para impulsionar desenvolvimento e utilização do automóvel conectado
Próximo Jaguar retoma produção do lendário modelo de competição D-Type

Artigos relacionados

Portugueses fiéis às marcas automóveis? Sim… mas pouco

O Observador Cetelem procurou compreender até que ponto os automobilistas portugueses e europeus estão fidelizados a uma marca automóvel.

SEAT alia-se à Samsung e SAP para desenvolver novas tecnologias

A SEAT, a Samsung Electronics e a SAP SE aliaram-se para a criação de uma aliança tecnológica que desenvolverá soluções para um futuro ‘Carro Conectado’. Na 11ª edição do Mobile

Nissan implementa novo conceito de serviço ao cliente

A Nissan está a implementar uma grande alteração no setor automóvel europeu em termos de experiência de cliente, através daquele que é um dos maiores programas de transformação no atendimento