Ford recorda que Emojis não são compatíveis com a condução

Ford recorda que Emojis não são compatíveis com a condução

A Ford celebra o Dia Mundial do Emoji com um foco diferente: o da sensibilização para que estes ícones engraçados dos telemóveis não sejam utilizados durante a condução. O objetivo é que deixem de ser causas de acidentes pela distração que causam a quem vai atrás do volante, sobretudo entre os mais jovens.

Os emojis são divertidos, mas enviá-los quando se está ao volante não é. Para destacar os perigos, a Ford criou este curto filme que mostra o que pode acontecer quando os condutores mandam mensagens e emojis.

Em 2016, um inquérito revelou que 22 por cento dos jovens europeus enviam emojis enquanto conduzem, outra distracção que pode ajudar a explicar por que os condutores com idades entre os 18 e os 24 anos representam 15 por cento de todos os acidentes rodoviários fatais na Europa, apesar de representarem apenas 8 por cento da população que conduz.

 

Anterior Elon Musk acredita que daqui a 20 anos os autónomos serão a norma
Próximo Hyundai quer ser a marca asiática mais vendida na Europa em 2021

Artigos relacionados

Emoção e indecisão: Daniel Ricciardo vence corrida caótica no Azerbaijão

O Grande Prémio do Azerbaijão teve de tudo: emoção, drama e indecisão até à linha de meta.






Audi aposta forte na tecnologia com e-tron Quattro exposto no CES

A Audi apostou forte na componente tecnológica e surgiu em Las Vegas, para a edição deste ano do Consumer Electronics Show (CES 2016), voltando a mostrar o e-tron Quattro Concept

Grupo PSA vai ensaiar autónomos em França com condutores ‘amadores’

O Grupo PSA tornou-se no primeiro construtor automóvel a obter autorizações em França para levar a cabo experiências em veículos autónomos com condutores ditos “amadores”.