Ford recorda que Emojis não são compatíveis com a condução

Ford recorda que Emojis não são compatíveis com a condução

A Ford celebra o Dia Mundial do Emoji com um foco diferente: o da sensibilização para que estes ícones engraçados dos telemóveis não sejam utilizados durante a condução. O objetivo é que deixem de ser causas de acidentes pela distração que causam a quem vai atrás do volante, sobretudo entre os mais jovens.

Os emojis são divertidos, mas enviá-los quando se está ao volante não é. Para destacar os perigos, a Ford criou este curto filme que mostra o que pode acontecer quando os condutores mandam mensagens e emojis.

Em 2016, um inquérito revelou que 22 por cento dos jovens europeus enviam emojis enquanto conduzem, outra distracção que pode ajudar a explicar por que os condutores com idades entre os 18 e os 24 anos representam 15 por cento de todos os acidentes rodoviários fatais na Europa, apesar de representarem apenas 8 por cento da população que conduz.

 

Anterior Elon Musk acredita que daqui a 20 anos os autónomos serão a norma
Próximo Hyundai quer ser a marca asiática mais vendida na Europa em 2021

Artigos relacionados

Ferrari GTC4Lusso: A evolução da espécie

Tendo sido lançado em 2012, o Ferrari FF recebeu hoje a sua renovação de meio de ciclo, garantindo ao mesmo tempo uma designação diferente: GTC4Lusso, num piscar de olhos ao

Alfa Romeo Giulia, Volkswagen Tiguan e SEAT Ateca com nota máxima da Euro NCAP

Alfa Romeo Giulia, SEAT Ateca e Volkswagen Tiguan são os mais recentes modelos a contarem com classificações de cinco estrelas nos ensaios do Euro NCAP, entidade que avalia a segurança

Infiniti QX80 Monograph Concept: O elogio da robustez

A Infiniti revelou mais um concept para um novo modelo, neste caso um SUV de visual robusto muito aproximado com aquilo que usualmente é aplicado nos modelos destinados ao mercado