Ford planeia forte ofensiva no segmento SUV

Ford planeia forte ofensiva no segmento SUV

A Ford planeia uma forte ofensiva no segmento SUV, prevendo o lançamento de cinco veículos novos ou fortemente redesenhados para o mercado europeu ao longo dos três próximos anos. O primeiro representante dessa investida é o Edge, modelo oriundo dos Estados Unidos da América, mas que contará com especificações especificas para o mercado europeu, tendo a sua estreia agendada para o Salão de Frankfurt.

Nos planos da marca norte-americana está a atualização dos mais compactos Kuga e EcoSport no final deste ano, sendo que no início do próximo ano a Ford disporá de oito modelos com tração total, ou seja, metade da gama de automóveis.

A Ford Europa calcula que as suas vendas de modelos com tipologia SUV no final de 2016 aumentem em cerca de 200 por cento em relação ao verificado no ano de 2013 com um estudo da marca a revelar que os SUV são atualmente o mercado mais em voga e mais ambicionado para os jovens entre os 17 e os 34 anos de idade, justificando dessa forma o forte aumento esperado nas vendas.

O Ford Edge trata-se de um modelo de grandes dimensões cuja versão europeia será apresentada no Salão de Frankfurt, ao passo que as renovações do Kuga e do EcoSport serão igualmente apresentadas no mesmo certame: o primeiro passará a contar com o novo sistema de infoentretenimento SYNC2, enquanto o segundo apresentará melhorias significativas em termos dinâmicos e de qualidade, além de uma versão sem roda suplente na porta da bagageira.

“A nível global, a Ford esteve sempre na vanguarda do segmento SUV desde há décadas e agora está a consolidar uma gama europeia que oferece desenho elegante, aerodinâmica mais própria de um turismo e eficiência de combustível chave para que os SUV se tenham tornado tão populares na Europa. A oferta de SUVs da Ford vai crescer para se ajustar ao aumento da procura do segmento desde modelos com capacidade para circular por qualquer terreno a outros mais desportivos desenhados para um estilo de vida mais urbano”, referiu Jim Farley, presidente e CEO da Ford Europa.

Na calha está ainda uma aposta mais avultada em modelos com tração integral, da qual o Edge e o Focus RS são apenas dois exemplos próximos.

Anterior Nissan revela esboço de crossover desportivo para Frankfurt
Próximo Toyota estabelece parceria com MIT e Stanford para desenvolver inteligência artificial

Artigos relacionados

Porsche distribui lucros de 9111 euros por cada funcionário

O melhor resultado de sempre da história da Porsche vai permitir distribuir um prémio monetário de 9111 euros a cerca de 21 mil trabalhadores.

Honda revela moto que se mantém de pé sozinha

A Honda revelou no CES 2017, em Las Vegas, uma tecnologia inovadora que, ainda que não esteja presente em qualquer veículo de produção em série, mostra como as motos podem manter-se de pé mesmo quando não têm um motociclista em cima.

Ford GT garantido nas competições de resistência até 2019

Tendo ganho a sua classe (GTE Pro) nas 24 Horas de Le Mans há apenas duas semanas, a Ford Motor Company não pretende abrandar os seus esforços na competição e

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário