Fiat diz adeus ao Punto

Lançado em 1993, o Fiat Punto alcançou o sucesso imediato, em grande parte devido ao seu design apelativo assinado por Giorgetto Giugiaro.

O sucesso foi tanto que a Fiat construiu a fábrica e Melfi propositadamente para o produzir. Chegou a produzir 3500 unidades por dia.

A primeira geração foi produzida até 1999 e contava com uma gama de motores com uma potência que variava dos 54 aos 136 CV, antes de ser substituída pela segunda geração pouco antes do ano de 2000.

Em 2005, foi a vez da terceira geração – que se manteve até aos dias de hoje. Entretanto, e porque o sucesso se vai mantendo, a Fiat decide continuar a fazer evoluir a segunda geração com o Punto Cult, Cult II e finalmente o Punto Classic.

A fábrica de Melfi irá agora concentrar os seus recursos nos Jeep Renegade e Fiat 500X, dois dos modelos escolhidos por Sergio Marchionne, que sempre fez o que esteve ao seu alcance para proteger as fábricas italianas.

Embora se tenha falado durante algum tempo do Fiat Argo brasileiro, a FCAutomobiles não revelou se haverá substituto para o Punto…

 

Anterior Volvo Cars distinguida na Alemanha
Próximo Thierry Henry é a nova aposta da Renault

Artigos relacionados

Como nasce um modelo da Ford na fábrica de Valência?

Capaz de produzir, em simultâneo, vários modelos, estilos de carroçaria e derivativos a partir de uma única linha de produção, a fábrica de montagem da Ford em Valência (Espanha), afigura-se

Jaguar Land Rover inaugura fábrica no Brasil

A Jaguar Land Rover inaugurou no continente sul-americano as suas novas instalações de produção no valor de 750 milhões de BRL (240 milhões de GBP) e o Centro de Parceria

Novos Mercedes-AMG E 63 e E 63 S: Desportivos extremistas

A Mercedes-AMG revelou aquelas que são as variante de topo do Classe E.