FCA Portugal cresce muito acima do mercado

Num mercado de ligeiros de passageiros que cresceu 2,8% face a 2017, todas as marcas representadas pela FCA Portugal, sem excepção, registaram um incremento de vendas muito superior à evolução do mercado.

Os números são incríveis, com grande destaque para a Jeep que, no primeiro ano completo de representação em Portugal sob a alçada da FCA, quadruplicou o número de unidades vendidas, com um notável crescimento de 400%. Já a Fiat aumenta o seu volume, pelo 6º ano consecutivo e saltou da 8ª para a 5ª posição norankingnacional, com um crescimento de 16%. A Alfa Romeo registou um incremento de 24%. Nos comerciais ligeiros, a Fiat Professional consolidou o 4º lugar na tabela de vendas, com um crescimento de 22%.

Portanto, cada mês de 2018 foi sinónimo de crescimento para a FCA Portugal, o que se salda num espectacular fecho do ano, com todas as marcas do grupo a registarem um incremento do respectivo volume de vendas bem acima do mercado.

A excelente performance comercial é particularmente evidente nos veículos ligeiros de passageiros, que contabilizou no mercado total do ano 228.290 veículos*, um crescimento global de 2,8%, face a igual período de 2017.

O aumento de 16% das vendas garantiu à Fiat um lugar no top 5 dos construtores em Portugal, com um total de 13.888 veículos. Estes números não só permitiram à Fiat subir três lugares no ranking geral, como deixam a marca com uma quota de mercado muito próxima do construtor que ocupa a 4.ª posição da tabela. Para este resultado contribuiu não só à excelente performance comercial do Tipo, com três carroçarias perfeitamente adaptadas ao mercado nacional, mas também o icónico 500, que continua a ocupar o primeiro lugar do seu segmento.

Jeep, que passou a ser representada pela FCA Portugal em Setembro de 2017, foi a marca que beneficiou de um maior crescimento, apoiada numa rede renovada, no lançamento do Compass e numa gama actualizada e com novas motorizações. Em reflexo disso, as vendas quadruplicaram, passando das 289 viaturas matriculadas em 2017 para 1.449.

Alfa Romeo estabelece-se logo a seguir, com um incremento de vendas de 24%, onde o Stelvio deu um forte contributo afirmando a sua posição no competitivo segmento dos SUV.

Abarth regista um crescimento de 50% fruto da maior rede de distribuição, tendo passado a ser representada em todos os distritos do país.

Já nos ligeiros de mercadorias, o mercado cresceu 2% (39.306 unidades) e a Fiat Professional consolidou o 4.º lugar na tabela de vendas, com um crescimento de 22% – o maior do top 10.

 

Anterior A Escola de Aprendizes da SEAT ensina todos os alunos a programar através de um inovador sistema gamificado
Próximo Lexus UX 250h: Eletrificado com a quarta geração do sistema "Self-Charging Hybrid"

Artigos relacionados

Novo configurador para modelos da Volkswagen

A Volkswagen desenvolveu um novo configurador online para a sua gama de modelos, destacando-se pelo novo grafismo e pelas novas funcionalidades digitais que permitem uma maior amplitude de configurações e

Volkswagen Tiguan Allspace: Reforço de versatilidade

A Volkswagen revelou a versão europeia do Tiguan Allspace, uma variante mais espaçosa do SUV que surgiu no mercado em meados de 2016.

Novo Alpine revela estrutura em alumínio

A Alpine prepara o lançamento do seu primeiro modelo de nova geração e a espera já vai longa.